domingo, 30 de dezembro de 2018

ADEPTOS DA RELIGIÃO DE MATRIZ AFRICANA PRESTARÃO HOMENAGEM À IEMANJÁ NA PRAIA DO OLHO D'ÁGUA


Tudo pronto para a tradicional festa de Iemanjá, no Olho D'água, comandada há mais de duas décadas pelo presidente da Câmara de São Luís- o vereador Astro de Ogum, que também é pai de santo. O altar, decorado por Itamilson Lima, evidencia a grandiosidade e beleza necessária para render homenagem aos orixás.


Por volta das 22:00 desta segunda feira(31), cabaças, tambores e ferro estarão fazendo a marcação para os hinos entoados por pais, mães, filhos e filhas de santos, advindos dos quatro cantos do Estado, e adeptos da religião de matriz africana. Na oportunidade, os tambores ecoaram para que os guias e orixás peçam proteção, paz, prosperidade e muita saúde para o ano de 2019.

Além de Iemanjá, também será rendido homenagens a Ogum, o orixá da coragem, da guerra e protetor dos caminhos, que rege o ano que se inicia em poucas horas.

MARANHÃO ESTÁ NA LISTA DOS ESTADOS QUE PRATICAM PEDALADAS FISCAIS

A empresa de tornozeleiras eletrônicas e monitoramento de presos Spacecom deixou de ser apenas uma prestadora de serviços e virou fonte de financiamento de Estados: Minas Gerais, Goiás, Maranhão e Tocantins devem, juntos, R$ 8 milhões à companhia, e alguns têm faturas abertas desde 2015. "É uma pedalada fiscal o que eles (os Estados) estão fazendo. Eles passam por problemas financeiros e tentam empurrar a conta para o fornecedor para se financiar", diz o dono da Spacecom, Sávio Bloomfield.

Em documento publicado em novembro, o Tesouro Nacional também afirma que os Estados brasileiros têm se aproveitado de prestadores de serviços e, "em casos extremos", até de servidores para se financiar. A "operação de crédito" é feita quando os governos empenham despesas, mas não as quitam, deixando restos a pagar de um ano para outro.

O Boletim de Finanças dos Entes Subnacionais, elaborado pelo Tesouro, mostra ainda que os restos a pagar de todos os Estados cresceram 75% no ano passado e atingiram R$ 29,7 bilhões. "Pode-se notar uma tendência de crescimento dos valores inscritos (restos a pagar) na maioria dos Estados, o que pode ser visto como uma forma de financiamento dos Estados junto aos seus fornecedores", afirma o documento.

Com 150 empregados e faturamento de R$ 74 milhões neste ano, a Spacecom paga suas contas nesses Estados devedores com a receita que obtém em outros 12 Estados onde também atua. 

Segundo Bloomfield, no Tocantins, a empresa suspendeu os serviços. Já em Goiás, o governo questionou a qualidade do serviço prestado de um contrato válido até junho passado, mas firmou outro contrato com a empresa em agosto, ainda de acordo com Bloomfield. "Todos esses Estados têm feito manobras para não pagar", diz.

O jornal "O Estado de São Paulo" apurou que, em Goiás, o governo de José Eliton (PSDB) se concentrou, nas últimas semanas, em pagar principalmente as dívidas contraídas nos últimos dois quadrimestres. Desse modo, consegue cumprir a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que estabelece que, nos últimos oito meses de mandato, o governador não pode contrair obrigações sem ter disponibilidade de caixa para quitá-las. Essa estratégia do governo goiano, no entanto, poderá fazer com que a Spacecom fique sem receber cerca de R$ 2 milhões referentes ao primeiro contrato, firmado em abril de 2017.

Procurada, a Secretaria da Fazenda de Goiás afirmou ter trabalhado para alcançar "o melhor resultado fiscal possível ao final do exercício" e que os números finais do ano, que indicarão a existência - ou não - de restos a pagar em 2018, ainda não haviam sido consolidados.

As secretarias da Fazenda de Minas Gerais e do Tocantins não retornaram os pedidos de entrevista. A reportagem não conseguiu contato com a Secretaria de Justiça e Cidadania do Tocantins. A Secretaria de Administração Penitenciária do Maranhão, responsável pelo pagamento da empresa de Bloomfield, informou que o valor cobrado pela Spacecom é mais alto que o preço de mercado e, por isso, o contrato estava sendo contestado.
Tendência

Para o economista Pedro Schneider, do Itaú, mesmo com as restrições em último ano de mandato impostas pela LRF, a tendência é que os Estados continuem deixando restos a pagar, já que o principal problema deles hoje é o elevado gasto com pessoal. "Dada a situação, por exemplo, do Rio, o Estado com certeza vai voltar a deixar restos neste ano. Para que haja uma redução nos restos, é preciso fazer reformas."

Schneider destaca que, apesar de os restos a pagar estarem crescendo por todo o País, a maior parte fica concentrada em Estados em já delicada situação fiscal - 42% do total da dívida de 2017 é do Rio e de Minas Gerais. Nesses dois Estados, os gastos com pessoal chegam a 70,8% e 79,18% da receita corrente líquida, respectivamente. O limite estabelecido pela LRF é de 60%. Avançar sobre esse patamar faz com que o espaço para pagamento de fornecedores fique mais apertado.

O economista Fabio Klein, da Tendências Consultoria, afirma que o fato de os restos a pagar não serem contabilizados no resultado primário dos Estados cria uma falsa impressão de que não há problema fiscal. Na metodologia do resultado primário adotada pelo Tesouro Nacional são consideradas apenas despesas já quitadas.

Para ter um melhor reflexo da realidade, a Tendências passou a usar metodologia diferente, que considera as despesas empenhadas (valores reservados para um pagamento planejado e que podem resultar em restos a pagar). "O empenhado pode até ser cancelado, mas, grosso modo, é um serviço que será realizado e terá de ser pago em algum momento", diz Klein. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".
Luciana Dyniewicz
São Paulo

ITAMARGARETHE É HOMENAGEADA POR AMIGOS NA DESPEDIDA DA DIREÇÃO DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA

Na tarde deste sábado, 29, membros da imprensa de São Luís se reuniram para organizar uma surpresa na despedida da jornalista Itamargarethe Corrêa Lima, do cargo de Diretora de Comunicação da Câmara.


O evento organizado na Casa das Dunas, na Avenida Litorânea, também contou com a participação de alguns advogados que são colegas de profissão de Itamargarethe que além de jornalista também é advogada.


Os profissionais da imprensa entraram em contato com familiares da colega de trabalho, para explicar a festa surpresa e como seria realizada.
Ita, como é carinhosamente chamada pelos amigos, foi levada ao local do evento onde estava tudo preparado e um grupo formado por jornalistas, radialistas e advogados a aguardavam em silêncio. Quando a homenageada chegou, aplaudiram e abraçaram, com direito a uma saborosa refeição com pratos variados, refrigerantes e presentes.

O jornalista Isaias Rocha, um dos apresentadores do programa Na Hora, da Rádio 92.3 FM, disse que a iniciativa partiu de todos os profissionais que atuam na cobertura da Casa de Leis, e foi um gesto de carinho e reconhecimento pelo brilhante trabalho realizado pela colega ao longo dos últimos quatro anos na Diretoria de Comunicação do Legislativo Ludovicense.

“Acho que homenagens devem acontecer em vida. E essa que foi realizada hoje serviu também como forma de reconhecimento pelo trabalho que foi desenvolvido por ela no comando da Comunicação da Câmara”, destacou.
O advogado Adriano Araújo, que também compareceu para parabenizar a colega destacou que “por trás de uma pessoa com o perfil de Itamargarethe existe um ser humano, uma pessoa que tem emoção e um grande coração”.

NÃO SEGUROU AS LÁGRIMAS:

“Receber o carinho de vocês é o melhor presente que podia receber ao final dessa jornada. Tinha muito medo, após a saída do cargo, que os meus colegas virassem o rosto quando me vissem pela rua, mas neste momento tenho a certeza que isso não vai acontecer. Sou filha de Xangô, por isso procurei exercitar o meu senso de justiça. Aqui me modifique, aqui aprendi mais do que ensinei. Aqui me transformei em uma pessoa melhor. Acho que a vida é um eterno retorno. Hoje, sei que estou colhendo apenas o que plantei. O carinho de vocês me evidência que seguir o caminho certo. Estamos encerrando juntos, apenas, uma etapa. No próximo ano iremos iniciar um novo projeto, longo e muito tortuoso, mas hoje, tenho a certeza que poderei contar com todos. Muito obrigada pelo apoio e confiança a mim dispensada.”
Confira algumas fotos:







sábado, 29 de dezembro de 2018

PRODUTORA DE EVENTOS VAI REALIZAR O RÉVEILLON EM LOCAL DE DESOVAS DE TARTARUGAS PROTEGIDAS POR LEI FEDERAL NOS LENÇÓIS MARANHENSES



Atins é um vilarejo com cerca de 250 habitantes localizado na porta do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Em julho deste ano, todas as pousadas da ilha lotaram para o período de réveillon, e moradores e empresários ficaram intrigados com o motivos da lotação, afinal, tais reservas costumavam ser realizadas nos últimos meses do ano. Buscaram informações e viram que um produtor de eventos havia programado um festival de música eletrônica na virada do ano nesse vilarejo, mesmo sem consultar a comunidade local.



https://www.eventbrite.com.br/e/mareh-nye-19-tickets-48558207907
Em reunião, a comunidade representada pela Associação de Moradores para o Progresso de Atins - AMPPA, decidiu por meio de abaixo-assinado que não queria a realização da festa no vilarejo por enes motivos, entre eles, a falta de segurança na vila, triplicando o número de pessoas e consequentemente pertubação do local e impactos ambientais. O abaixo-assinado foi entregue à prefeitura de Barreirinhas.


Informados da insatisfação dos moradores do local e da negativa do Instituto Amares, o qual é uma ONG sem fins lucrativos que trabalha pela conservação da biodiversidade no local, incluindo o monitoramento de tartarugas marinhas na região sem qualquer apoio da gestão municipal. O produtor da Mareh Music entrou em contato quando foi informado de que não haveria compatibilidade das ações de preservação das tartarugas e a referida festa. 


O local da festa permaneceu desconhecido e foi anunciado apenas em alguns dias antes, inclusive próximo ao período do recesso judiciário. Em respeito ao meio ambiente e em apoio à AMPPA, o Instituto Amares elaborou um parecer técnico detalhando as problemáticas em questão, especialmente aquelas que dizem respeito às espécies ameaçadas, pedindo intervenção da festa ao Ministério Público Federal.

O relatório apresentado ao Ministério Público Federal, prova por meio de fotos dos ninhos de fêmeas das tartarugas no momento da desova, além de fotos dos filhotes após o nascimento. Estamos falando de tartarugas marinhas da espécie Bandeira, a qual está ameaçada de extinção. 

A produção do evento foi informada sobre a fragilidade dos ecossistemas locais, da importância ecológica deles, e das espécies que lá habitam, especialmente das espécies ameaçadas. Numa conversa, o Instituto Amares informou ao produtor "que os trabalhos que eles fazem com a fauna marinha na região, em nada se relaciona com festas, barulho e fotopoluição, reconhecidamente impactante para as tartarugas marinhas, poluição com resíduos sólidos, dejetos, alto fluxo de pessoas, sem contar com os aspectos sociais, pois acreditamos que existam muitos outros lugares fantásticos, não vulneráveis como os lençóis, para a realização de eventos como esses. Realmente não existe possibilidade de compatibilizar o interesse de um produtor de festas e o de preservar a biodiversidade, no qual é uma região que existem espécies em extinção, protegidas por lei federal, inclusive em risco iminente de extinção". 

Para entendimento: Tartarugas marinhas retornam para desova na mesma praia em que nasceram, após 20, 30 ou 40 anos. Fêmeas e filhotes captam sinais bioquímicos da  água e areia para retornarem. As fêmeas se guiam pela lua e maré para colocarem seus ovos em locais de segurança. O Maranhão é considerado uma área insuficientemente conhecida pela ciência e os primeiros registros reprodutivos foram realizados pelo Instituto Amares, e vem sendo monitorado desde então. 



Recentemente uma tartaruga que foi encontrada em estado grave de saúde (pneumonia), foi tratada pelo instituto, e posteriormente foi reintroduzida no local que é uma importante área de alimentação, o qual localiza-se atrás da Ilha de Cuba, na região de Atins. 

"Lamentamos profundamente por fechar 2018 com situações como essas, de total desrespeito e profundo egoísmo, e desejamos um 2019 de mais respeito e consciência aos animais, ao meio ambiente, às comunidades locais e à vida".


Fonte: Instituto Amares

BOLSONARO E FAMÍLIA MUDAM-SE DEFINITIVAMENTE PARA BRASÍLIA E SE PREPARAM PARA A POSSE

O presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), chegou por volta das 17h a Brasília onde toma posse no dia 1º de janeiro. 

Em uma postagem no Twitter, ele agradeceu a receptividade dos moradores e postou vídeo de um outdoor com mensagem de boas-vindas, em uma avenida perto do aeroporto da capital.

“Obrigado pela receptividade de sempre, amigos de Brasília e de todo Brasil!”, escreveu Bolsonaro. O outdoor digital exibe o texto: “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos. Bem-vindo, senhor presidente”.

Ele foi direto para a Granja do Torto, uma das residências oficiais da Presidência da República, onde foi recepcionado por motociclistas. Ele agradeceu o apoio ao grupo. Bolsonaro saiu do condomínio onde mora, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, pouco antes das 14h, rumo à Base Aérea do Galeão. Ele estava acompanhado da mulher e dos cinco filhos.

Na saída do condomínio, um grupo de pessoas aguardava a saída de Bolsonaro e recebeu o comboio presidencial aos gritos de “mito”. Bolsonaro abriu a porta do carro e agradeceu aos simpatizantes.

Posse – Quem for acompanhar, de perto, a posse do presidente terá que seguir regras de segurança estabelecidas pela organização do evento.
O acesso da população à Esplanada dos Ministérios será exclusivamente pela Rodoviária do Plano Piloto. A partir deste ponto, as pessoas que quiserem assistir à posse terão que descer a Esplanada a pé. Não serão permitidos o acesso com bicicletas, skates e patins, por exemplo.

A lista de proibições também inclui guarda-chuva, objetos cortantes, máscaras, carrinhos de bebês, fogos de artifício, bebidas alcóolicas, garrafas, sprays, além de bolsas e mochilas.Quatro linhas de revistas serão montadas a partir da Rodoviária do Plano Piloto, com fiscalização manual da Polícia Militar. Quanto mais próximo ao Congresso Nacional, mais rigoroso fica o controle.

Detectores de metais também serão usados, aleatoriamente, ao longo do percurso. A população só poderá passar pelas barreiras com frutas e pacotes de biscoitos, preferencialmente em sacola transparente.

A previsão da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal é que a Esplanada dos Ministério receba de 250 até 500 mil pessoas para a posse. Mais de 2,6 mil policiais militares trabalharão na região da Esplanada. A Operação contará com ações conjuntas de órgãos federais e distritais, entre os quais Exército, Polícia Federal, Secretaria da Segurança Pública, as polícias militar e civil, o Corpo de Bombeiros e Detran.

(Agência Brasil)

GOVERNO COMUNISTA DO MARANHÃO É O QUE TEM OS PIORES INDICADORES COMPLETANDO O CICLO DE UMA GESTÃO DESASTROSA

São amplamente desfavoráveis e desastrosos os índices sociais apontados por vários institutos de credibilidade nacional e internacional sobre a situação econômica do Maranhão nos últimos 4 anos.

Aumento da extrema pobreza; ampliação do desemprego; última colocação em ranking de desenvolvimento do Sebrae; estado com os piores indicadores no estudo Desafios de Gestão Estadual (DGE) 2018, sobretudo em aspectos como pobreza, acesso à telefonia, expectativa de vida, acesso à internet, renda domiciliar per capita e PIB per capita; queda do PIB; além do aumento da dívida pública junto ao Tesouro Nacional e do rombo no Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria (FEPA), são alguns fatos que devem e precisam ser levados em consideração para uma análise mais profunda da gestão Flávio Dino (PCdoB).

Dino iniciou o seu mandato em 2015 com o discurso de que iria mudar a realidade da população maranhense.

Ele prometeu desenvolvimento, acesso a programas sociais, ampliação na oferta de empregos, e maior dignidade às famílias maranhenses.


Mas, além de rebaixar o Maranhão em número recorde de indicadores sociais, o comunista ainda teve a sua gestão envolvida em escândalos de corrupção, sobretudo na área da Saúde – onde o secretário Carlos Lula se tornou alvo de inquérito da Polícia Federal (PF) -, e foi condenado e declarado inelegível pela Justiça Eleitoral por abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016.

Dino chega, portanto, ao fim do seu primeiro mandato com um balanço real amplamente desfavorável e que penaliza a população, situação oposta ao que apresenta o governo virtual nos mais variados perfis em redes sociais.

Estado Maior

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

A EMPRESA 1001 EXPRESSO PODE SER MULTADA EM R$ 10 MIL SE NÃO COLOCAR PELO MENOS 60% DA FROTA PARA RODAR


A Justiça determinou nesta sexta-feira (28), que a Empresa 1001 coloque 60% da sua frota em sua circulação. De acordo com a decisão judicial, caso não seja cumprida a ordem, o Sindicato dos Rodoviários será multado em R$10 mil.

Ainda que os trabalhadores e a empresa não venha cumprir a decisão judicial, a Prefeitura de São Luís já tem uma estratégia para garantir a cobertura das 30 linhas que são de responsabilidade da 1001.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte ainda vai ajuizar uma ação contra a empresa 1001 por não cumprir com as obrigações trabalhistas.

A Empresa 1001 é responsável por 30 linhas que contempla ainda rotas semiurbanas, afetando a população de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa.

Por Diego Emir

BALNEABILIDADE DAS PRAIAS DA CAPITAL ESTÁ AFETADA ÀS VÉSPERAS DO RÉVEILLON

Foto: Reprodução/TV Mirante
Todas as praias a orla de São Luís estão impróprias para banho na véspera do Réveillon. É o que aponta o laudo divulgado pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (SEMA).

Foram coletadas amostras de água entre os dias 25 de novembro e 23 de dezembro. Além de São Luís, o laudo aponta a situação das praias do Meio e Araçagy, em São José de Ribamar, na Região Metropolitana.

Veja a situação das praias:

Praia da Ponta d’Areia – ao lado do Forte Santo Antônio
Praia da Ponta d’Areia – atrás do Hotel Praia Mar
Praia da Ponta d’Areia – atrás do Bar do Dodô
Praia da Ponta d’Areia – em frente à Praça de Apoio ao Banhista
Praia da Ponta d’Areia – em frente ao Edifício Herbene Regadas
Praia da Ponta d’Areia – em frente ao Hotel Brisa Mar
Praia de São Marcos – em frente aos bares Do Chef e Marlene’s
Praia de São Marcos – em frente à Barraca da Marcela
Praia de São Marcos – em frente ao Agrupamento Batalhão do Mar
Praia de São Marcos – em frente ao IPEM e ao Bar Kalamazoo
Praia de São Marcos – Foz do Rio Calhau
Praia do Calhau – à direita da elevatória II da CAEMA
Praia do Calhau – em frente a Pousada Tambaú
Praia do Calhau – em frente ao Bar Malibu
Praia do Olho d’Água – à direita da Elevatória Pimenta I
Praia do Olho d’Água – à direita da Elevatória Iemanjá II
Praia do Meio – em frente ao Bar do Capiau
Praia do Meio – em frente ao Bar da Praia
Praia do Araçagi – em frente ao Fatima’s Bar
Praia do Araçagi – em frente ao Bar Novo Point
Praia do Araçagi – em frente ao Bar do Isaac

Por Zeca Soares

MORADORES DO ALTOS DO CALHAU QUE SOFRERAM ALAGAMENTOS EM NOVEMBRO NUNCA FORAM ATENDIDOS

Todas as casas da Rua Duque Bacelar, no condomínio que fica ao lado do Athenas Park, foram inundadas; quase dois meses depois, nenhuma providência foi tomada pelas autoridades



















Os moradores da quadra 11, da Rua Duque Bacelar, no Recanto dos Nobres, condomínio do Altos do Calhau, vivem há dois meses em um espécie de “vigília da angústia”, esperando pelas chuvas.

No dia 30 de novembro, no primeiro sinal de que o período chuvoso de 2019 será intenso e rigoroso, as casas desses moradores foram todas inundadas por uma espécie de mistura de água e esgoto.


Eles resolveram mandar fotos e vídeos ao blog Marco Aurélio D’Eça depois de um post, que denunciava um esgoto jorrando há quase três meses na região do Parque Athenas. (Relembre aqui)

Foi justamente este esgoto que invadiu as casas dos moradores da região.

– Para melhor entendimento, pelos bairros Recanto dos Nobres-Altos do Calhau (Rua Duque Bacelar), Parque Atenas, Vila Conceição e Quintas do Calhau, passa uma galeria que, corriqueiramente, está sendo fechada, tampada, obstruída por construções irregulares e pela falta de limpeza e manutenção. Tais construções não obedecem o plano de drenagem devido – explica o morador Vitor Augusto, morador da área.


Ele conta que, há 10 anos, quando chegou à área, a vala era aberta, mas a construção das demais casas, e, principalmente, “a construção irregular de centro comercial a vala foi completamente fechada”.

O drama dos moradores do Recanto dos Nobres se repete entre os bairros e conjuntos habitacionais da região do Cohajap, Parque Shalon, Altos do Calhau, Barramar, Quintas do Calhau e as vilas Conceição e Portelinha.

– Vale salientar que já fomos à Prefeitura (SEMOSP e Blitz Urbana) registrar a denúncia e solicitar as devidas providências, mas, infelizmente, nada foi feito até o presente momento – denuncia Vitor Augusto.


Todas as casas tiveram quase 1 metro de alagamento durante as chuvas do início e do fim de 2018; e nenhum serviço foi feito
E o drama de esperar, torcendo para que as chuvas demorem o máximo, vai angustiando os moradores em plena época de festas de fim de ano.

Em tempo: o esgoto denunciado neste blog, continua jorrando imundície, diante da omissão da Caema.

SECRETÁRIO DE ESPORTES DO MUNICÍPIO DE ARARI MORRE EM ACIDENTE DE TRÂNSITO

Morreu no final da tarde desta quinta-feira (27), em São Luís, o secretário municipal de esportes de Arari, António Pinto de Carvalho Filho, o Tonvá.

                     

Vítima de acidente de trânsito, – tipo atropelamento -, no centro da cidade de Arari, Tonvá foi atingindo por um veículo quando conduzia uma bicicleta com destino ao local de trabalho.

Socorrido, o secretário foi encaminhado para São Luís, onde estava internado em um hospital público, desde a manhã da última terça-feira (25).

No final da tarde desta quinta-feira (27), o secretário não resistiu e morreu vítima de parada cardíaca.

A morte repentina e prematura de Tonvá pegou de surpresa os ararienses, que reagiram com tristeza e muita comoção.

Pessoa muito conhecida na cidade e querido por todos, Antônio Carvalho tem relevantes serviços prestados à comunidade arariense.

Inúmeras mensagens de pêsames estão sendo publicadas e divulgadas nas redes sociais.


PARALISAÇÃO DE RODOVIÁRIOS DA EMPRESA 1001 EXPRESSO POR FALTA DE PAGAMENTO AFETA VÁRIOS BAIRROS DE SÃO LUIS NESTA MANHÃ

Pelo menos 25 bairros de São Luis deixam de ser atendidos nas primeiras horas desta manhã (sexta-feira -28), pelo serviço de transporte público da empresa 1001 Expresso. Os rodoviários desta empresa cruzaram os braços por atraso de pagamento de salários. 

Eles se concentraram na porta da garagem da empresa, nos bairros da Forquilha e Cidade Olímpica, onde vários ônibus estão retidos. Segundo informações, a primeira quinzena de dezembro deveria ter sido paga no último dia 20, porém, até o momento, os trabalhadores não receberam a remuneração referente aos dias trabalhados. 

O problema afeta os usuários de ônibus que fazem linha para os bairros: Cohatrac, Parque Jair, Alto do Turu, Ipem Turu, Parque Vitória, Bairro de Fátima, Santa Bárbara, Tibiri, Vila Itamar e outros.

NOTA

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa, que devido a atrasos no pagamento de salários dos trabalhadores, que desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (28), haverá intervenção da entidade, nas portas das garagens do Grupo 1001, localizadas nos bairros da Forquilha e Cidade Olímpica. A empresa integra o sistema de transporte público e atende a população de São Luís.

O Sindicato dos Rodoviários, deverá orientar os trabalhadores a cruzarem os braços e não sairem das garagens com os coletivos, até que o pagamento dos salários deles, sejam regularizados por parte da empresa. Essa é uma medida extrema, mas não há outra alternativa, já que o Grupo 1001, não dá qualquer posicionamento aos funcionários de quando os salários serão regularizados.


Ascom Sind. Rodoviários - MA

Fonte: IMirante.com

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

BURAQUEIRA NA ESTRADA DA MAIOBA QUE GERA TRÂNSITO CAÓTICO É DENUNCIADA POR MARCIAL LIMA


Em visita à Forquilha e entorno, mais precisamente no acesso entre a MA-201, a Estrada de Ribamar, e a MA-202, mais conhecida como Estrada da Maioba, o vereador Marcial Lima (PSD) constatou o caos provocado pela falta de infraestrutura e o abandono. A buraqueira e a lama comprometem gravemente a mobilidade urbana na área, onde o fluxo de tráfego é um dos mais intensos da região metropolitana de São Luís. A região também funciona como ligação com a Cohab, Cohatrac, Jardim Araçagi e bairros adjacentes e apresenta pontos críticos que dificultam o trajeto em qualquer sentido.

Marcial Lima mostrou a lentidão do trânsito, causada pelos buracos, e denunciou o descaso das autoridades públicas do Poder Executivo, que não dão a devida atenção ao problema. O vereador alertou que no período chuvoso a situação fica ainda mais complicada, com risco ainda maior para condutores de veículos e pedestres. Em horários de pico, é preciso ter muita paciência para passar no local. E quem se aventura no trecho se expõe, inevitavelmente, ao risco de acidentes, danos materiais, sem contar os atrasos ao trabalho, escola, faculdade, consultas, exames médicos e outros compromissos.

Moradores, comerciantes e motoristas não cansam de fazer apelos por melhorias na áreas. De tanto reclamarem, os cidadãos prejudicados obtiveram, recentemente, uma resposta do poder público. Mas o que era para ser um benefício resultou em decepção, pois as intervenções feitas foram destruídas pela primeira chuva. Marcial Lima fez questão de conversar com populares sobre o drama de conviver com tantos transtornos. E todos foram unânimes em confirmar o abandono ao qual estão relegados, sem que haja uma providência efetiva dos governantes.

O que mais chamou atenção de Marcial Lima foi a má qualidade dos serviços feitos na região. Abordados pelo vereador em seus estabelecimentos, comerciantes relataram que algumas vias foram recuperadas há cerca de um ano e meio e hoje encontram-se em estado lastimável, sem condições adequadas para o fluxo de trânsito e com pontos transformados em verdadeiras armadilhas para quem circula de carro, de motocicleta ou a pés. Os cidadãos ouvidos pelo representante do Legislativo municipal contaram já ter visto muitas pessoas, principalmente mulheres, idosos e crianças, tropeçarem e caírem enquanto atravessavam a pista em meio à lama e a buraqueira.

Marcial Lima chama atenção da Secretaria de Estado da Infraestrutura (Sinfra) e da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) para que tomem medidas que restabeleçam a mobilidade no local. O vereador adverte que um contingente expressivo de pessoas oriundas de São José de Ribamar, de Paço do Lumiar e até mesmo da capital sofre diariamente com o problema e se sente desamparado pelos administradores públicos. Ecoando o clamor popular, Marcial solicita às autoridades que cumpram sua obrigação constitucional.

Por ser uma região comercial, os empresários estabelecidos nas vias principais e nas auxiliares, todas com mobilidade comprometida, amargam sucessivos prejuízos. Muitos já não conseguem obter com o seu trabalho os recursos suficientes para o pleno sustento das suas famílias e a manutenção dos seus negócios. É uma realidade extremamente desfavorável, um dilema provocado, sobretudo, pelo desprezo dos governantes de agora com o bem-estar de cidadãos que não dispõem do mínimo para viver dignamente.

Assista ao vídeo: Aqui

ROMBO NO FUNDO DE PENSÃO E APOSENTADORIA DO ESTADO DEIXADO PELO GOVERNO DINO É DENUNCIADO EM JORNAL DA CATEGORIA

Em jornal distribuído aos servidores públicos, sindicato diz que o governo Flávio Dino não consegue mais esconder os rombos no Fundo dos Aposentados maranhenses



O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado do Maranhão (SintSep) denunciou em seu periódico distribuído à categoria o rombo no Fundo de Pensão e Aposentadoria do Estado (Fepa).


Sob o título “Flávio Dino não consegue mais esconder rombo do Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria”, o jornal levanta um histórico das ações do governo Flávio Dino (PCdoB) que levaram à falência do fundo.

Os saques irregulares promovidos pelo governador ao longo do seu mandato é apontado pelo Sintsep como principal passo para o rombo no Fepa.

O jornal lembra ainda que a alteração no Conselho do fundo visou esconder os saques irregulares.

O sindicato congrega várias categorias dos servidores estaduais.

RETROSPECTIVA FLÁVIO DINO 2018: "DESTA ÁGUA NÃO BEBEREI"

O ano de 2018 ficará marcado pelo debate insípido, da imagem de uma pretensa superioridade do comunismo representado pelo ex-juiz, que recusou-se beber água da companhia estatal de água (Caema), para diferencia-se dos outros candidatos.


O lamentável de tudo foi o governador ter sido reeleito, ainda que, no debate não falou sobre sua intenção de aumentar impostos depois das eleições. O mais importante foi a garrafa pet de água.

Da garrafa pet de Flávio Dino, ao silencio dos esgotos jogados nas praias, poluição da Lagoa da Jansen que torrou milhões, às palmas orquestradas nas redes sociais, da descomunal demonstração de arrogância dada por um funcionário público, interpretada pelos súditos do comunismo maranhense como diferencial político.

FLÁVIO DINO TERMINA 4 ANOS DE GESTÃO COM 312 MIL PESSOAS EM EXTREMA POBREZA NO MARANHÃO

De acordo com o IBGE, gestão do comunista provocou a volta da miséria ao estado a partir de 2016, mostrando o fracasso dos programas anunciados em vasta propaganda; e ele ainda tem mais quatro anos de mandato

O Maranhão chega ao final do primeiro mandato do governador comunista Flávio Dino com 54,1% dos maranhenses na linha da pobreza extrema.

De acordo com o IBGE, mais da metade da população vive com menos de R$ 406,00 por mês, segundo revelou o blog Atual7 nesta quinta-feira, 27.

E Flávio Dino ainda tem mais quatro anos de mandato pela frente.

Em seu discurso de posse, o comunista maranhense prometeu que, ao fim do seu mandato, “nenhuma das cidades maranhenses” estaria “no rol das 100 piores do Brasil”, afirmação depois negada por ele próprio durante a campanha.(Releia aqui)

O fato é que, durante o período do governo Dino, o comunismo produziu no Maranhão nada menos que 312 mil miseráveis, como apontou o IBGE.(Relembre aqui)

E ainda faltam os dados de 2017 e 2018…

ASTRO DE OGUM E O LEGADO QUE SUA GESTÃO DEIXARÁ NA CÂMARA MUNICIPAL DE SÃO LUIS

Vereador deixa o posto no próximo dia 1º entregando para o colega Osmar Filho (PDT) um legislativo infinitas vezes melhor do que encontrou quando assumiu o posto; e se prepara agora para o embate de 2020 em São Luís



O presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Astro de Ogum (PR), fez um balanço da sua gestão, na manhã dessa segunda-feira (24), durante entrevista, ao vivo, à Rádio Educadora AM (560).

Entrevistado pelo jornalista Mário Carvalho e pelos radialistas Juarez Sousa e Ademar Monteiro, no programa Câmara em Destaque, Astro disse que a sensação era de dever cumprido, mesmo em meio às dificuldades.

“Antes de assumir a presidência eu sentia que a Câmara não chegava ao povo. Houve uma evolução e ninguém pode negar e graças aos investimentos, hoje a Câmara avançou e o povo já sabe o que os vereadores estão fazendo para mudar a vida do cidadão ludovicense”, afirmou o chefe do legislativo.Abaixo, os principais pontos das ações de Astro:

VISIBILIDADE E TRANSPARÊNCIA

Em cumprimento ao princípio da transparência, pela primeira vez utilizado na Câmara, em um canal aberto, a população de São Luís está podendo acompanhar as sessões realizadas no plenário da Casa, por meio do programa Câmara em Destaque, que teve sua primeira transmissão ao vivo pela Rádio Difusora AM 680Khz, no horário das 10h às 13h, de segunda a sexta-feira. Hoje as transmissões são realizadas pela Rádio
Educadora.

REFORMA DA CÂMARA

Para alcançar a meta de ofertar condições dignas de trabalho aos servidores, além da realização de licitações para aquisição de equipamentos e contratação de serviços, até que seja concretizado o sonho da sede própria, a execução de intervenções físicas foram realizadas.

VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR

Também em 2015, teve início o processo de aposentadoria daqueles que já possuem tal direito é outro ponto que merece ênfase no balanço da gestão Astro de Ogum. Buscando uma solução para garantir o direito dos servidores, além de discutir o assunto com o IPAM (Instituto de Previdência e Assistência do Município), Astro de Ogum determinou o recolhimento de contribuições para o IPAM – no caso dos servidores efetivos, e INSS, para servidores contratados, perfazendo um valor aproximado de R$ 170 mil. Ainda em relação à valorização do servidor, à redistribuição do vale-transporte, um benefício garantido por lei, mas que estava suspenso há mais de um ano, também merece destaque.

QUALIFICAÇÃO

Chamar o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para tirar dúvidas de assessores e vereadores em relação à prestação de contas, foi outra ação positiva na gestão do presidente. O tribunal atendeu a solicitação e promoveu, juntamente com a Escola Superior de Controle Externo, um Seminário sobre Boas Práticas de Gestão.

PAINEL ELETRÔNICO

A Câmara Municipal de São Luís inaugurou em 2017, o painel eletrônico, possibilitando que as votações fossem acompanhadas de forma mais detalhada. Astro de Ogum afirmou que a instalação do painel eletrônico fez parte da reestruturação da Casa.

PONTO ELETRÔNICO

Tendo como escopo um TAC (Termo de Ajuste de Conduta) entre a Câmara Municipal de São Luís e o Ministério Público, os servidores do Legislativo Ludovicense também passaram a ter à disposição a assinatura de ponto eletrônico, para a justificativa de sua frequência ao local de trabalho. São quatro os terminais instalados em espaços de grande visibilidade a todos os funcionários, localizados nos principais pontos de entrada e saída dos trabalhadores.

PAUTA ELETRÔNICA

Com o objetivo de modernizar os trabalhos na Câmara de São Luís, Astro de Ogum adotou o sistema de pauta eletrônica. Por meio do uso de 31 computadores instalados no plenário Simão Estácio da Silveira, os parlamentares poderão visualizar informações necessárias ao processo legislativo. A base de dados será alimentada pela Diretoria Legislativa e o projeto de informatização será gerido pelo Departamento de Informática da Casa. No Maranhão, a Câmara de São Luís é a primeira a usar essa tecnologia e a segunda do Nordeste a adotar o sistema.

NOVO SISTEMA DE PROTOCOLO

Com o objetivo de otimizar a entrada, bem como o acesso à tramitação de processos e documentos circulantes entre departamentos ou encaminhados para órgãos externos, o presidente Astro de Ogum implantou, no mês de janeiro deste ano, o novo Sistema de Protocolo Eletrônico. Antes da instalação da plataforma, o chefe do Legislativo investiu na qualificação profissional de servidores que atua no setor e, ao mesmo tempo, melhorou a vida das pessoas que solicitam serviços na Casa de Leis. O novo instrumento está sendo utilizado para tramitações de processos.

COMUNICAÇÃO AMPLIADA

Todas essas novidades se somam às ações desenvolvidas também na área de comunicação como, por exemplo, as transmissões, ao vivo, das sessões da Casa por meio da Educadora e dos boletins informativos que de forma
resumida e didática, apresenta as principais notícias sobre o Legislativo municipal, nos intervalos comerciais da programação das rádios Jovem Pan, Mais FM, 92.3 FM e Mirante FM, com previsão de alcance de 6 milhões de ouvintes no estado.

1º CONCURSO DA CÂMARA

Astro de Ogum também abordou sobre o concurso primeiro concurso da historia da Câmara que foi autorizado através de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre a Casa de Leis e o Ministério Público Estadual, com a abertura de 116 vagas de níveis médio e superior. O edital do certame foi lançado na semana passada e a partir da próxima quinta-feira, dia 27 de dezembro, os candidatos já poderão começar a se inscrever para o concurso público, que tem como objetivo preencher 114 vagas em cargos de níveis médio e superior, mais 2 vagas para procurador, além do cadastro de reserva. Os interessados têm até o dia 6 de fevereiro de 2019 para efetuar as inscrições. O salário vai de R$ 1.251,73 a R$ 2.565,05.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

EQUIPE DA CEMAR GERA TRANSTORNOS NO TRÂNSITO E BATE - BOCA EM PLENO CENTRO DA CAPITAL

Equipe da Consórcio Norte Engenharia parou o carro em plena rua dos Afogados, no horário de pico, deixando uma cauda de quilômetros; quem reclamava era destratado

Carro estacionado inapropriadamente, parando o trânsito para fazer serviço em poste de luz; incômodo e deboche da equipe.

Uma equipe do Consórcio Norte Engenharia causou um verdadeiro caos no trânsito do Centro de São Luís, na tarde desta quarta-feira, 26.

Os dois homens resolveram fazer um serviço no poste em plena 16h30, quando o trânsito começa a ficar intenso na rua dos Afogados e estacionou o carro em plena via, impedindo a passagem.

A placa do carro usado pela equipe e o homem que ironizou os motoristas impedidos de trafegar
Aos motoristas que reclamavam do horário e da forma como o serviço estava sendo feito, um dos operários, ainda ironizava:

E eu ligo é muito! – debochava o operário.

O outro, que subiu no poste, gritou lá do alto:

– Tá incomodado, reclama pra Cemar.

A equipe pertence ao Consórcio Norte Engenharia, que está a serviço da companhia energética do Maranhão