sexta-feira, 31 de agosto de 2018

MAIORIA DOS MINISTROS DO TSE VOTAM PELA REELEIÇÃO DA CANDIDATURA DE LULA


Quatro dos sete ministros consideraram petista inelegível pela Lei da Ficha Limpa. Defesa poderá recorrer ao próprio Tribunal Superior Eleitoral ou ao Supremo Tribunal Federal.

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) votou nesta sexta-feira (31) pela rejeição do pedido de registro de candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à Presidência da República.


Até a última atualização desta reportagem, quatro do sete membros do tribunal já haviam considerado o petista inelegível com base na Lei da Ficha Limpa. Um (Edson Fachin) se posicionou a favor da autorização provisória da candidatura. O resultado será proclamado somente após os votos dos outros dois ministros.

A rejeição da candidatura pelo TSE ainda poderá ser contestada em recurso da defesa ao próprio tribunal ou ao Supremo Tribunal Federal – nesta última hipótese, ele já não poderá se apresentar como candidato.

Voto do relator

Luís Roberto Barroso - O relator do pedido no TSE, ministro Luís Roberto Barroso, foi o primeiro a votar pela retirada de Lula da disputa, em razão de sua condenação por corrupção e lavagem de dinheiro em órgão colegiado – uma das causas de impedimento previstas pela Ficha Limpa.


“O Brasil é um estado democrático de direito. Não estamos sob regime de exceção. Todas as instituições estão em funcionamento regular. O Poder Judiciário é independente. Os juízes de primeira e segunda instâncias são providos em seus cargos por critério exclusivamente técnico, sem vinculação política. A defesa pode perfeitamente alegar erro judiciário, mas não se mostra plausível argumento de perseguição política”, afirmou o ministro, em resposta a argumentos da defesa em favor da candidatura.

Voto divergente

Edson Fachin - Segundo a votar no julgamento, o ministro Edson Fachin divergiu e propôs uma autorização provisória para Lula concorrer. Apesar de considerar o petista inelegível pela Ficha Limpa, o ministro levou em conta recomendação recente do Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas (ONU) em favor da participação de Lula no pleito.


“O cumprimento [da decisão] está relacionado com dever de boa-fé. Descumpri-la pode violar o dever de boa-fé, uma vez que, na prática, o que estamos a fazer é esvaziar a competência do comitê prevista em regras do qual o Brasil é parte”, disse o ministro.

Demais votos

Jorge Mussi - Terceiro a votar, o ministro Jorge Mussi defendeu a rejeição da candidatura de Lula. Na fala, enalteceu a Lei da Ficha Limpa, como parte do “processo de moralização” da política no país.


“A Lei da Ficha Limpa, cuja constitucionalidade foi reconhecida pelo STF, representa essencial mecanismo de iniciativa popular em favor da probidade administrativa e da moralidade para exercício de mandato, considerada a vida pregressa dos candidatos e que se aplica de modo pleno e irrestrito a todos os cidadãos”, afirmou o ministro.


Og Fernandes - Quarto a votar, Og Fernandes também votou contra a candidatura de Lula. Após elogiar a Lei da Ficha Limpa, disse que ela também deveria ser aplicada ao petista, em razão da igualdade dele em relação a outros políticos que também foram excluídos da disputa eleitoral.


“Estamos a decidir a igualdade de todos perante a lei e perante a Constituição. Isso implica resistir a um estado anticonstitucional. Noutros termos, se a lei vale para uns, há de valer para todos”, afirmou o ministro, acompanhando a posição de Barroso.

Defesa de Lula

Na sessão, a defesa de Lula disse que o TSE deve seguir recomendação do comitê dos Direitos Humanos da ONU que recomendou a participação de Lula na disputa.


A advogada Maria Claudia Bucchianeri afirmou que decisão do órgão “tem força impositiva, necessária e obrigatória”, citando casos semelhantes no México e na Espanha, em que candidaturas foram aprovadas a pedido do órgão.


Também em favor de Lula, o advogado Luiz Casagrande Pereira citou diversos casos em que o TSE reverteu decisões anteriores da Justiça Eleitoral que haviam rejeitado o registro de candidatura.


“São aproximadamente 1.500 candidatos no Brasil que se elegeram com registro indeferido. Todos eles estão a exercer o mandato”, afirmou o advogado. “O que o presidente Lula quer não é nada mais do que deram a 1.500 de 2010 para cá. Mas também não quer menos”, completou.

Contestações

Ainda antes dos votos, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, argumentou que a recomendação do Comitê de Direitos Humanos não pode ser aplicada no caso. Segundo Dodge, o Brasil não promulgou acordo internacional que obrigue a obediência ao órgão.


“A defesa de direitos humanos que motivou a edição da Lei da Ficha Limpa. Foi fruto de inciativa popular, após ampla mobilização da sociedade civil, aprovada pelo Congresso e sancionada por Luiz Inácio Lula da Silva”. A Ficha Limpa, disse Dodge, favorece a “democracia e a boa governança”. “A lei neste caso, ao invés de violar direitos fundamentais, as protege”, disse.


Em nome do partido Novo, um dos que impugnaram a candidatura de Lula, a advogada Marilda Silveira também disse que decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU não obriga o Judiciário brasileiro. “O órgão reconhece expressamente que tem competência opinativa”, afirmou.


Pela coligação do candidato Jair Bolsonaro (PSL), que também contestou a candidatura, o advogado Tiago Ayres disse que não há possibilidade de aprovação futura do registro de Lula, em razão da condenação dele por órgão colegiado, o que o enquadra na Ficha Limpa.


“Não basta desejar algo muito, é fundamental que esse querer coincida com nossos valores e nossa higidez constitucional. Por mais que o ex-presidente deseje ser presidente da República, nossa constituição não admite essa pretensão”, disse o advogado.

Julgamento

Lula foi condenado em abril pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), órgão colegiado, por corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do tríplex em Guarujá (SP), no âmbito da Operação Lava Jato. A candidatura de Lula foi alvo de 16 impugnações no TSE.


Os advogados de Lula esperavam que o julgamento do registro ocorresse nas próximas semanas, em razão de prazos maiores previstos pela lei eleitoral para concluir o processo. Até lá, a expectativa é que ele pudesse aparecer como candidato na propaganda de rádio e TV, que começa neste sábado (1º).



O TSE, no entanto, acolheu pedido do MP para antecipar a rejeição da candidatura, sob o argumento de que, como a campanha deve ser integralmente financiada com recursos públicos, seu uso para a campanha seria um desperdício.

Fonte: G1

PREFEITO EDIVALDO HOLANDA USA OBRAS DE ASFALTAMENTO PARA PEDIR AO POVO VOTOS A WEVERTON ROCHA

Prefeito de São Luís inaugura obras num dia, e no outro pede votos para seus candidatos

Um escândalo sem precedentes é a participação do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT), nesta campanha eleitoral, ele inaugura asfalto 'sonrisal' num dia e no outro apresenta candidatos 

O Ministério Público Eleitoral - MPE e o Tribunal Regional Eleitoral - TRE, devem denunciar e condenar o prefeito Edivaldo Holanda Júnior, bem como seus candidatos, por uso da máquina pública e abuso de poder político e econômico.

O Blog levantou provas incontestáveis do uso de asfalto eleitoreiro e a reforma de uma ponte feita pela Prefeitura de São Luís, com o claro intuito de favorecer os candidatos Weverton Rocha e o próprio pai do prefeito, Edivaldo Holanda (Holandão).

O fato retrata, que o prefeito esteve inaugurando asfaltamento de ruas, avenidas e a reforma de uma ponte de 2 metros na Vila Isabel, na área Itaqui Bacanga, no último sábado  (25), como mostra a veiculação de propaganda institucional do próprio município. 

Ocorre que pouco mais de 48 horas, na terça-feira (28), o prefeito estava de volta às ruas da comunidade pedindo votos para seus candidatos, como mostram as imagens.

O Ministério Público Eleitoral deve ser provocado e em seguida o TRE, deverá penalizar o abuso, até com a cassação das candidaturas.

E este caso NÃO é fato isolado da Vila Isabel, em vários bairros e comunidades e o 'modus operandi' é o mesmo.
 

Contra fatos não há argumentos, Veja as imagens




quinta-feira, 30 de agosto de 2018

MAIS UM PROCESSO! DESSA VEZ O MOVIMENTO ESCOLA SEM PARTIDO ACUSA FLÁVIO DINO POR ALICIAMENTO E COOPTAÇÃO POLÍTICA DE ESTUDANTES

Flávio Dino recebe cartas com desejos de estudantes: suspeita de aliciamento em escolas para fins políticos

O Movimento Escola sem Partido, que defende interesses de pais e estudantes contrários ao que chamam de “doutrinação ideológica” nas escolas, representou contra o governador e candidato à reeleição Flávio Dino (PCdoB) no Ministério Público Eleitoral, acusando o comunista de promover aliciamento e cooptação ideológica, política e partidária de estudantes da rede estadual de ensino.
Segundo a denúncia, Dino vem usando a autoridade, os recursos e a máquina do Estado para criar grêmios estudantis, a pretexto de dar voz aos alunos, com claros indícios de manipulação, o que configura ato de improbidade administrativa e fere a legislação eleitoral.
Flagrantes
Em sua página oficial no Facebook, o Movimento Escola sem Partido postou vários flagrantes de encontros do governador maranhense com estudantes, seguidos de comentários que levantam a suspeita de ilegalidade. Uma das postagens faz a seguinte indagação: “Se isso não é abuso de poder político, causa de inelegibilidade, segundo a Lei da Ficha Limpa -, o que seria, então?”.
Em outra publicação, o movimento classifica de asquerosa o que chama de “exploração barata da ingenuidade e do idealismo dos jovens”. O mesmo post alerta para uma reportagem publicada na página oficial do Governo do Maranhão sobre a entrega de cartas com desejos dos estudantes a Flávio Dino. “(Leiam) e terão uma ideia aproximada do que é viver na Venezuela”.
Repercussão

Flávio Dino faz selfie com estudantes, gesto apontado pelo Movimento Escola sem Partido como tentativa de cooptação político-partidária e ideológica
O jornalista Leandro Mazzini, editor da Coluna Esplanada, veiculada no site Congresso em Foco, e reproduzida em diversos jornais do país, publicou nota sobre o caso, citando a acusação feita pela oposição a Flávio Dino de que a criação de grêmios estudantis às vésperas da campanha eleitoral conota formação de comitês políticos disfarçados nas escolas públicas.
O colunista destacou que “a turma que tem aparecido nas reuniões é alinhada à ideologia de esquerda”. E fez uma revelação que reforça a suspeita de aliciamento: “Houve encontrão de jovens de todo o estado entre os dias 19 e 22 na capital São Luís, com hospedagens pagas pelo Estado”.
Fundador e maior divulgador do Movimento Escola sem Partido, o advogado Miguel Nagib defende a investigação da denúncia e a devida punição ao comunista. “Certo de que o Ministério Público Eleitoral não deixará de apurar os fatos e de adotar as medidas legais cabíveis, subscrevo-me”, registrou Nagib ao assinar a representação.
Segue trecho da representação:

WEVERTON ROCHA, CIRO GOMES E LUPI USAM O NAMORADO DE FÁTIMA BERNARDES COMO INSTRUMENTO DE BLINDAGEM

Reduziram o advogado Túlio Gadêlha em mero “colete à prova de balas”.








Candidato mais uma vez a deputado federal pelo PDT de Pernambuco (em 2014 teve 3.495 votos), dessa vez o jovem pedetista deve ser eleito graças, bênçãos e o amor da jornalista global Fátima Bernardes, “ex” do também jornalista William Bonner, âncora do Jornal Nacional.
Túlio, além de virar “principezinho nacional” depois que tirou Fátima Bernardes da sofrência, também virou uma espécie de “garoto blindagem” para gente como Lupi, Ciro, Weverton e demais pedetistas que precisam de alguém limpo para chamar de seu.
Não é por acaso que pedetistas mais sujos que pau de assar castanha, como Lupi e seus aliados, tentam surfar na popularidade meteórica conquistada por Túlio Gadêlha depois que saiu do anonimato, repito, graças a competente apresentadora Fátima Bernardes.
É rezar para que o uso e abuso da imagem do namorado de Fátima Bernardes ao invés de tornar o jovem trabalhista em um político promissor, o torne em um mero garoto propaganda de fichas sujas.
Abra os olhos, Túlio...
Ou que Fátima Bernardes o faça por você!

Fonte: Robert Lobato

MARACAÇUMÉ RECEBE ROSEANA EM GRANDE COMÍCIO COM APOIO DE PREFEITO DO PT

Uma grande carreata em Governador Nunes Freire e um comício que reuniu uma multidão em Maracaçumé mostraram a força política da candidata ao governo do Maranhão, Roseana Sarney, no início da noite desta quarta-feira (29). Lideranças políticas e milhares de pessoas foram às ruas dos dois municípios demonstrar apoio à candidatura da ex-governadora.
O prefeito Indalécio Vieira (PT) coordenou uma grande carreata para receber Roseana e declarar apoio à sua candidatura, em Governador Nunes Freire. Com ele, o presidente da Câmara de Vereadores, Fernando do PT, relatou a ineficiência do atual governo na região, e a perseguição aos gestores municipais que não são aliados do atual governador.
“A MA 106, que liga Turilândia a Santa Helena, praticamente não existe mais. As escolas de ensino médio que foram entregues em sua gestão não têm mais o mesmo potencial. Os mais carentes? Esses voltaram para a era da lamparina sem o Viva Luz. As mães não contam mais com o programa do leite. É um retrocesso. Estamos regredindo com essa gestão que está aí”, afirmou o prefeito de Governador Nunes Freire.
Roseana agradeceu o carinho e a manifestação de apoio da população e pediu o voto na experiência e na volta a dignidade política ao Maranhão. “Não podemos mais aceitar a desesperança e o medo nos olhos da população. Vamos voltar a fazer com que o Maranhão cresça e o seu povo volte a ter esperança e qualidade de vida. Chega de mentiras”, enfatizou ela.
O prefeito de Maracaçumé, Chico Velho, afirmou que o município e toda a Região do Alto Turi foram deixados de lado pelo atual governo, nos últimos quatro anos. “Por isso a cidade vota em Roseana, para que ela retorne com os programas sociais para ajudar os mais carentes, e para assistir a todo o povo do Maranhão”, declarou.
O comício na Avenida Dayse de Sousa reuniu grande número de simpatizantes e eleitores de Roseana, que foram ao local para conversar e tirar fotos com ela, e agradecer por suas realizações no município. Em seu governo, a cidade recebeu Unidade Básica de Saúde, material permanente para unidades de saúde, pavimentação MA-306 (Maracaçumé-Campo Novo), mais de 25 mil contas pagas pelo programa Viva Luz, construção de praça e escolas, e aquisição de ônibus escolar.
“Meu voto é de Roseana para que ela volte com o Programa Primeiro Emprego, que ajudou centenas de jovens. Chega de perseguição e desemprego”, enfatizou a estudante Brena Correa, 21 anos.
Na comitiva de Roseana estavam o candidato ao Senado Edison Lobão, os candidatos a deputados João Marcelo, Zezé Leite, Arnaldo Melo e inúmeros vereadores.
“Roseana vai voltar a trazer recursos para o nosso estado, para os nossos municípios, que não aguentam mais tanta perseguição. Com Roseana os mais necessitados voltarão a ter os programas sociais”, afirmou Adriano Sarney, candidato a deputado estadual.
Por Gilberto Leda

WEVERTON ROCHA DENTRO DO PALÁCIO DOS LEÕES MANDA DUTRA TOMAR NAQUELE LUGAR

Segue relato enviado por informante do Blog infiltrado  no Palácio dos Leões, ipsis litteris:
O prestígio de Dutra tá na sola do pé!
Ao chegar no Palácio dos Leões para uma “audiência” com o governador, Dutra após uma hora de espera encontrou Weverton Rocha na sala. Dino cobrando a fatura pediu ao Dutra que este conseguisse votos para Weverton. O futi mandou Weverton pedir ao Josemar, pois foi com este que o PDT caminhou nas eleições de 2016. Weverton não se fez de rogado, mandou Dutra tomar no c*** afirmando que ele não estava lhe pedindo nada, mas sim, Dino e emendou: “quero ganhar a eleição, então não peça votos pra mim!” 
Dutra após o esporro de Weverton na frente do governador fez o que já virou habitué no Palácio dos Leões, enfiou o rabinho entre as pernas e saiu caladinho!
Por NETO CRUZ

A PGE FAZ VISTA GROSSA AO DINHEIRO NA CUECA E A OUTRAS CORRUPÇÕES DO GOVERNO FLÁVIO DINO

A Procuradoria-Geral do Estado (PGE) do Maranhão desviou-se de sua atribuição institucional de assistência Jurídica ao Estado e ignorou descobertas de corrupção e desvios de dinheiro público no governo Flávio Dino, do PCdoB, no âmbito da Secretaria de Estado da Saúde (SES).


Em defesa apresentada ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) referente à Representação do Ministério Público de Contas (MPC) sobre o famigerado aluguel camarada da Clínica Eldorado, e ao trecho do documento em que o procurador Douglas Paulo da Silva afirma haver “o uso de entidades do Terceiro Setor como mecanismo nefasto de burlar os órgãos de controle e desviar recursos da saúde”, a PGE protegeu a atual gestão ao afirmar que todas as irregularidades desbaratadas pela força-tarefa da Sermão Peixes dizem respeito somente aos governos anteriores.

Assinado pelo então chefe da PGE, Rodrigo Maia, que atualmente está afastado do cargo para coordenar o setor jurídico da campanha de tentativa de Dino, o documento foi obtido com exclusividade pelo ATUAL7.
Emissários do IDAC recebem dinheiro na boca do caixa e escondem na cueca; observe a data de março de 2017: governo Flávio Dino, poucos meses antes da PGE afirmar ao TCE que irregularidades na SES ocorreram somente em gestões anteriores.

Nele, a PGE falseia a Operação Rêmora, deflagrada pela Polícia Federal em junho do ano passado após o roubo de mais de R$ 18 milhões da saúde pública pelo Instituto de Desenvolvimento e Apoio à Cidadania (IDAC) nos primeiros meses do governo Flávio Dino — inclusive com operadores do esquema escondendo R$ 18 milhões surrupiados da saúde pública até mesmo na cueca, conforme mostrou o repórter secreto do quadro Cadê o dinheiro que tava aqui?, do Fantástico, Rede Globo. À época, a 5º fase da Sermão aos Peixes, denominada Pegadores, contra desvios de outros R$ 18 milhões no governo comunista, mesmo já havendo sido solicitada à Justiça Federal pela PF, ainda não havia sido deflagrada.
De acordo com a PGE, ao abordar na Representação as diversas irregularidades encontradas na contratação do Terceiro Setor pela SES, o MP de Contas “certamente está se referindo a gestões anteriores do Executivo Estadual”, pois, segundo a defesa assinada por Rodrigo Maia, “desde janeiro de 2015, sob a atual gestão, os contratos assim firmados são cobertos de legalidade, legitimidade, transparência e moralidade”, e que “os contratos com entidades do Terceiro Setor firmados anteriormente estão eivados de ilegalidades”.

A respeito do pedido feito pelo MPC, de instauração imediata e urgente de Auditoria no aluguel camarada celebrado entre o governo comunista e a Clínica Eldorado, a PGE manifestou-se pelo deferimento, mas também aproveitou para fazer deformação política ressalvando pela extensão das investigações, a contar do ano de 2010 — quando quem estava no comando do Palácio dos Leões era Roseana Sarney (MDB), principal adversária de Flávio Dino no pleito de outubro, segundo todas as pesquisas eleitorais registradas.

“Ante ao exposto, pede sede DEFERIDO o pedido de Auditoria nos contratos de locação de imóveis firmados pelo Governo do Maranhão com recursos públicos vinculados ao sistema de saúde pública do Estado, mas em extensão maior, no sentido de que sejam auditados os instrumentos contratuais firmados desde o ano de 2010, máxime envolvendo entidades do Terceiro Setor”, ressaltou.

O pedido de investigação feito pelos procuradores do MPC está parado no Tribunal de Contas do Estado desde o ano passado, aguardando por manifestação do ex-presidente da Corte, o conselheiro Edmar Serra Cutrim. Ex-deputado estadual, Cutrim tem dois filhos também na política, o deputado estadual Glalbert Cutrim e o ex-prefeito de São José de Ribamar Gil Cutrim. Ambos, seguindo os passos do pai, são aliados políticos do governador do Maranhão.

Por Yuri Almeida ATUAL 7

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

REPASSES DO FUNDO ELEITORAL JÁ FORAM LIBERADOS PARA OS CANDIDATOS A DEPUTADOS FEDERAIS

Vários candidatos a deputado federal já receberam repasses dos diretórios nacionais para a campanha eleitoral. Até agora, o MDB foi o partido mais generoso, destinou R$4,5 milhões aos seus candidatos a reeleição – Hildo Rocha, João Marcelo e Victor Mendes. No entanto, individualmente quem mais recebeu foi André Fufuca do PP, ele foi contemplado com R$1,7 milhão. Luana Costa do PSC e Simplício do Solidariedade também garantiram mais de um milhão de reais cada um.
Outros candidatos a deputado federal também já receberam repasses, apesar dos valores mais modestos, caso de Aluísio Mendes (Podemos) e Waldir Maranhão (PSDB), que receberam R$500 mil cada um. Gastão Vieira ganhou R$405 mil do PROS. Já os comunistas Rubens Pereira Júnior e Márcio Jerry receberam R$400 mil, cada. Davi Alves Júnior do PR, recebeu R$250 mil.

O que chama atenção é que muitos companheiros de partidos dos candidatos citados não foram ainda contemplados. No PP, por exemplo, Ildon Marques e Paulo Marinho Júnior não receberam nada. No PCdoB, as mulheres ficaram fora da partilha do fundo eleitoral. No PSDB, Madeira ainda não foi contemplado. Assim como no PR, nem Josimar e Jr Lourenço receberam repasses.
Outros candidatos de nome forte também não receberam nada dos seus partidos, caso de Pedro Lucas Fernandes (PTB); Gil Cutrim, Deoclides e Julião Amim, todos do PDT; Júnior Marreca do Patriotas; Zé Carlos do PT, Edilázio do PSD e outros.
Veja a lista:
Aluísio Mendes – R$500 mil – Podemos
André Fufuca – R$1,7 milhão – PP
Davi Alves Júnior – R$250 mil – PR
Gastão Vieira – R$405 mil – PROS
Hildo Rocha – R$1,5 milhão – MDB
João Marcelo – R$1,5 milhão – MDB
Juscelino Filho – R$500 mil – DEM
Luana Costa – R$1,3 milhão – PSC
Márcio Jerry – R$400 mil – PCdoB
Rubens Júnior – R$400 mil – PCdoB
Simplicio – R$1,05 milhão – SD
Victor Mendes – R$1,5 milhão – MDB
Waldir Maranhão – R$500 mil – PSDB

Por Diego Emir

DIRETOR DO DETRAN VAI RESPONDER PELO CRIME DE INJÚRIA RACIAL CONTRA UMA MULHER

"Tu é uma preta insuportável... Chata! Vá se à Porra!" São com essas expressões, que um Diretor do Departamento Estadual de Trânsito do Governo Flávio Dino (PC do  B), trata as pessoas 


Em tempo: Que a casa da moeda do governo Flávio Dino (PC do B), é também a casa da mãe Joana, isso todos nós sabemos, agora um Diretor do Departamento, cometer crime de injúria racial contra uma despachante, na frente de várias pessoas é um absurdo.

E mais: O Diretor bate no peito que ninguém tira ele de lá porque foi indicado pelo candidato ao Senado, Weverton Rocha (PDT), e é apadrinhado pela Diretora Larissa Abdalla.

ELEIÇÕES 2018: COMEÇAM A SER JULGADOS OS REGISTROS DE CANDIDATURA DOS CANDIDATOS



Foto Reprodução

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão deferiu nesta terça-feira, 28 de agosto, em sessão plenária jurisdicional, o primeiro Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários: o da Coligação Todos Pelo Maranhão 5. O julgamento do DRAP precede os dos registros de candidatos, devendo o resultado estar certificado nos processos individuais.
Apesar do julgamento deste DRAP pelo pleno, o juiz Júlio Praseres já havia julgado, monocraticamente, 3 demonstrativos e o pedido de registro de candidatura de Edison Lobão ao cargo de senador, obedecendo ao fundamento do artigo 32 c/c artigo 52 da Resolução TSE nº. 23.548; e artigo 62, inciso XX, do Regimento Interno do Regional.
A legislação eleitoral regulamenta que os processos que tratam de registros de candidaturas e de impugnações não precisam ser publicados em pauta para serem julgados. Em 2018, o prazo para os TREs julgarem estes tipos de processos – e recursos provenientes deles – é 17 de setembro.
No Maranhão, foram pedidos 6 registros de candidaturas para governador e vice, 11 senadores, 203 deputados federais e 499 deputados estaduais, que podem ser acompanhados pelo sistema DivulgaCandContas, disponível para consulta na área eleições 2018 do endereço eletrônico www.tre-ma.jus.br.

O CANDIDATO DUARTE JÚNIOR NÃO TEM MAIS O QUE INVENTAR EM SUA CAMPANHA

Para quem deseja ser um deputado estadual qualificado, Duarte Jr. está se saindo um exímio “Shok tox” nesta campanha.


Duarte Jr.: Trepado no telhado da sede do Viva Cidadão

Todas as eleições aparecem aqueles candidatos que são verdadeiros personagens de humor. Alguns são até engraçados mesmo, ainda que eleição seja coisa séria e não palco para “palhaçadas”, mas outros são simplesmente ridículos.
O candidato a deputado estadual pelo PCdoB Duarte Jr., por exemplo, tem se notabilizado, negativamente, diga-se, por posturas incompatíveis para que quem é considerado um profissional competente – ao menos para os seus chegados.
Primeiro apareceu feito um gato de rua trepado nos telhados de uma unidade do Viva Cidadão; depois de tentou tirar proveito do um gesto de cantor Roberto Carlos que quase lhe custou uma indenização milionária por uso indevido da imagem do “rei”; em seguida foi pedir aos seus seguidores, nas redes sociais, sobre qual a cor da camisa que lhe cai melhor; ato contínuo foi desautorizado pelo seu colega governista secretário Felipe Camarão (Educação) sobre suposto apoio a sua candidatura, o que lhe custou ainda a perda do apoio do também secretário Diego Galdino (Cultura); agora o ex- gestor do Procon-MA surge com uma ideia inusitada, para não dizer coisa pior.
Pela rede social do Twitter, Duarte Jr. anuncia que, se eleito, apresentará um tal programa “Nova Oportunidade”, cujo objetivo é incentivar e facilitar inserção de pessoas com mais de 50 anos no mercado de trabalho.
“Como Deputado Estadual, criarei o programa “Uma Nova Oportunidade”. Por meio de incentivos fiscais, vamos gerar emprego e renda para pessoas com mais de 50 anos. Garantindo dignidade e perspectiva de vida para esta mão-de-obra madura, experiente e capacitada!”tuitou o candidato comunista com direto até a um ‘emoticon’ do Papai Noel!
Não se sabe ao certo se a referida proposta de Duarte Jr. seria digna de aplausos ou se estaria mais para uma denúncia junto ao Procon-MA por propaganda enganosa.
O que se sabe é que, para quem deseja ser um deputado estadual qualificado, Duarte Jr. está se saindo um exímio “Shok tox” nestas eleições.
Resta saber se tal postura folclórica lhe renderá votos.
O palhaço Tiririca se deu bem…
Para saber mais sobre “Shoktox”, clique AQUI.

Por Robert Lobato

NOVOS ÔNIBUS INSERIDOS NA FROTA DA CAPITAL PARA MELHORIA DO SISTEMA DE TRANSPORTE


Como parte do programa macro de reestruturação do Sistema de Transporte Público da Capital, colocado em prática na gestão do prefeito Edivaldo, novos ônibus com ar-condicionado foram incorporados ao sistema municipal de transporte público de São Luís. Os novos veículos, que também contam com elevadores de acessibilidade, foram apresentados nesta terça-feira (28), em ato realizado na Praça Aragão, pelo secretário municipal de Trânsito e Transporte (SMTT), Canindé Barros. Os novos ônibus vão atender as linhas do Consórcio Upaon-Açu, que servem a bairros na área da Cidade Operária; e do Consórcio Primor, que fazem rotas para bairros da região Turu/Divineia.

Os dez novos ônibus integram um lote de 40 veículos que serão disponibilizados à população até o final deste ano, como parte das comemorações pelo aniversário de 406 anos da capital. Como melhoria no sistema de transporte público da capital a gestão do prefeito Edivaldo já contabiliza uma renovação de 73% da frota e redução da idade média de acima de 10 anos para 4,5 anos, só para citar algumas.

SE FLÁVIO DINO ESTÁ REELEITO, POR QUE CONTINUA ESPALHANDO FAKE NEWS SOBRE ROSEANA?! DESESPERO!

Flávio Dino afirma que já está "reeleito" e mesmo assim espalha "fake news" contra adversária

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PC do B), espalha nos 4 cantos do estado afirmando que já está reeleito. Mas as práticas criminosas de infringir as leis eleitorais não param, prova disso é que já foram mais de 20 atos do TRE, contra sua campanha, recomendações, suspensões e até multas e mesmo assim o todo-poderoso dá de ombros.

A coisa está tão desesperadora, que agora um blogueiro conhecido por criar mentiras, 'Fake-news, distorcer fatos e criar factóides atacou novamente e quem figura como um "robozinho" de espalhar mentiras contra adversários é o próprio perfil do governador nas redes sociais... Francamente, imagine se ainda não tivesse reeleito!  

terça-feira, 28 de agosto de 2018

FLÁVIO DINO E ALIADOS APELAM PARA FAKE NEWS CONTRA ROSEANA SARNEY


Desde ontem que os aliados e até sites pagos pelo governo espalham campanhas falsas contra Roseana Sarney na tentativa criminosa de colar a imagem da ex-governadora à do presidente Michel Temer.


Primeiro eles saíram inventando que Roseana não seria candidata por não ter condições de vencer Flávio Dino, ao mesmo tempo em que apresentavam pesquisas nas quais o governador aparecia até com 72%.

Com a candidatura registrada e crescendo nas pesquisas, metralharam em blogs, portais, jornais impressos e emissoras de rádios e TVs que a candidata ficaria inelegível. Não deu certo!

Em seguida começaram a comparar as manifestações do governador com as da candidata do MDB. Nas de Flávio Dino, estão sempre lotadas de funcionários comissionados de prefeituras e do Estado e pessoas de outras cidades. São os chamados “militantes ambulantes”.

Agora, a campanha ficou mais pesada, com blogs dinistas passando falsas informações, como as que dizem que a ex-governadora já recebeu R$ 8 milhões de Michel Temer como doação de campanha. Não colou.

Hoje, amanheceram nas rede sociais do Maranhão a montagem acima em que Roseana aparece ao lado do presidente com a mensagem de que são “os guerreiros do povo”.

Como percebe-se, o crescimento da ex-governadora nas pesquisas incomodou os aliados do candidato comunista. Outro ponto que deve ficar claro trata-se de dinheiro público envolvido nas campanhas, pois sai da Secretaria de Comunicação e Assuntos Políticos a verba para pagar jornais impressos, emissoras de rádios e TVs, assim como aos blogueiros e portais.


Por Luis Cardoso

O PCDOB E SUAS PRIORIDADES: RUBENS JR E MÁRCIO JERRY RECEBEM R$800 MIL DO PARTIDO, MULHERES FICAM SEM NADA

Por Diego Emir
O PCdoB está praticando algo que merece uma reflexão. Os candidatos a deputado federal Márcio Jerry e Rubens Júnior já receberam R$400 mil cada um do diretório nacional, enquanto isso, as duas candidatas ao mesmo cardo de deputadas federais Andrea Alves e Meire Madeira não receberam nada do partido. No mínimo, a postura dos comunistas sugere que as duas candidatas estão apenas cumprindo tabela ou então fica claro que existe um sentimento de misoginia na sigla.
A situação chama atenção de como as mulheres estão sendo tratadas pelo PCdoB, ou seja, fica claro que a prioridade do partido é somente eleger os representantes do sexo masculino. Porém, algo diferente não poderia ser esperado, uma vez que ainda no começo do ano o presidente do partido, Márcio Jerry, declarou ao jornal O Imparcial, que os comunistas tinham objetivo de eleger dois deputados federais.
O presidente em exercício do PCdoB do Maranhão, Egberto Magno, foi procurado e explicou que o dinheiro foi destinado para os “candidatos mais competitivos”, desta forma nem Andrea Alves e Meire Madeira vão ser contempladas com qualquer repasse do diretório nacional.

Os candidatos a deputado estadual do PCdoB também ainda não receberam nenhum repasse do diretório nacional. O candidato a governador Flávio Dino, tratado como prioridade recebeu R$4 milhões.

GOVERNADOR QUE JÁ FOI JUIZ, FLÁVIO DINO INSISTE EM VÁRIOS ERROS E NOVAMENTE É CONDENADO

Desembargador aplicou no governador e no seu vice multa de R$ 5.320,00 por conduta vedada nas redes sociais; comunista, no entanto, debocha da Justiça e despreza as decisões dos juízes eleitorais


Flávio Dino e Carlos Brandão. Condenações recorrentes e desrespeito à Justiça Eleitoral
O governador Flávio Dino foi novamente condenado na Justiça Eleitoral.
O desembargador José de Ribamar Castro aplicou no comunista e no seu vice, Carlos Brandão (PRB), multa equivalente a R$ 5.320,00 por conduta vedada a agentes públicos nas redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram).
Já o juiz federal Alexandre Abreu determinou que Flávio Dino retire postagens consideradas irregulares na internet.
Em ambas as decisões, a Procuradoria-Regional Eleitoral se manifestou pela condenação do comunista.
O problema é que Flávio Dino simplesmente debocha da Justiça Eleitoral e despreza as decisões dos juízes.
E continua a cometer, sistematicamente, os mesmos delitos pelos quais é condenado sucessivamente.
Num exemplo de autoritarismo típico dos estados totalitários; e isso na cara no TRE e do Ministério Público Eleitoral.
Mas esta é uma outra história.

Por MARCO AURÉLIO D'EÇA

AS ELEIÇÕES DE 2018 MOSTRAM UM POUCO DO QUE VIRÁ NAS ELEIÇÕES PARA PREFEITO EM 2020


As principais lideranças políticas de São Luís que estão na disputa eleitoral de 2018, já estão pensando em 2020, apesar de parecer precipitado, os concorrentes a cargos proporcionais só pensam no Palácio de La Ravardiere. Porém para se credenciar para o próximo pleito, todos sabem que precisam de um bom desempenho agora. Pedro Lucas Fernandes (PTB), Eduardo Braide (PMN), Helena Duailibe (SD), Wellington do Curso (PSDB), Neto Evangelista (DEM), Duarte Júnior (PCdoB) e Honorato Fernandes (PT) são alguns dos nomes que vislumbram a Prefeitura daqui dois anos.
Além dos citados, ainda existem aqueles que não estão disputando diretamente a eleição, mas estão se movimentando de forma intensa na concessão de apoio, buscando mostrar força através de votos em suas regiões, caso este do presidente da Câmara de Vereadores, Astro de Ogum (PR), Marquinhos (DEM), o secretário Felipe Camarão (DEM) e outros.
Para a disputa do Palácio de La Ravardiere ainda existe a condicionante de quem será eleito governador do estado, caso seja Flávio Dino (PCdoB), os nomes mais próximos a ele são os favoritos, dentre eles destacam-se Felipe Camarão e Duarte Júnior. E para evitar que isso venha acontecer, um grupo 12 vereadores já está organizado em torno de Pedro Lucas, para que ele seja o candidato a prefeito, evitando que os parlamentares venham ter que aceitar um nome “goela abaixo”.
Em outro campo, Eduardo Braide e Wellington do Curso travam uma guerra silenciosa no grupo que envolve o PSDB. Hoje, o candidato a deputado federal tem mais vantagem, porém se o professor-empresário tiver um melhor desempenho, ele passa a ser o favorito dos tucanos e a seu favor já tem o fato de já estar filiado ao partido.

O PT depois da humilhação que passou nesta eleição, já percebeu que precisa liderar o processo eleitoral e os seus membros já pensam em um projeto próprio para 2020 e este ganharia muita força com a eleição de Honorato Fernandes para o cargo de deputado estadual, o petista é o que possui maior relevância na capital maranhense.
Helena Duailibe é outra que está cotada para a disputa municipal de 2020. Vice-prefeita de João Castelo entre 2009 e 2012, a candidata a deputada estadual é um dos nomes com maior capilaridade em São Luís. Na expectativa de uma expressiva votação nesta eleição, a ex-secretária de Saúde certamente estará credenciada para chegar ao Palácio de La Ravardiere.

O presidente da Câmara, Astro de Ogum, não pensa diferente e de forma intensa vem trabalhando para entrar corrida eleitoral do executivo e do mesmo modo Neto Evangelista já deixou claro que sua vitória o credencia para a disputa de prefeito de São Luís
As peças já estão no tabuleiro e para os citados, a eleição de 2018 é apenas um preparativo para 2020.