segunda-feira, 31 de agosto de 2020

MPE: ATOS DE PRÉ-CAMPANHA E PROPAGANDA ELEITORAL TERÃO QUE SER REGULADOS PELA SES COM MEDIDAS SANITÁRIAS

Carlos Lula, secretário de Saúde
O procurador regional Eleitoral no Maranhão, Juraci Guimarães Júnior, apresentou pedido à Secretaria de Estado da Saúde (SES/MA), para a elaboração de parecer técnico (ou ato equivalente) que regule as medidas sanitárias necessárias nos atos de pré-campanha e de propaganda eleitoral, a fim de reduzir os riscos de propagação da covid-19, em especial aqueles que importem aglomeração de pessoas, como convenções, reuniões, passeatas, caminhadas, bandeiraços, carreatas, comícios e debates. O procurador regional Eleitoral quer, ainda, que a secretaria determine aos agentes públicos sanitários competentes a devida aplicação com a fiscalização dos atos eleitorais mencionados.

Os pedidos têm base na Emenda Constitucional 107/2020, que estabeleceu, no art.1º, § 3º, VI1, que os atos de propaganda poderão ser limitados pela Justiça Eleitoral quando existente parecer técnico da autoridade sanitária nacional ou estadual.

De acordo com o ofício, em todo o território estadual pré-candidatos têm realizado eventos configuradores de pré-campanha que contam com grande número de pessoas, gerando aglomerações que o Decreto Estadual 35.831/2020, elaborado pelo governo do Maranhão, pretende evitar. Dessa forma, os riscos de contaminação e propagação da doença têm se elevado.

Segundo o procurador regional Eleitoral, “é inconcebível que diversas medidas tenham sido tomadas para evitar o contágio da covid- 19, como o próprio adiamento das eleições para novembro, dispensa da biometria, atos que ainda serão realizados daqui a três meses, mas sermos complacentes com situações que estão ocorrendo agora e ocorrerão durante a campanha eleitoral propriamente dita. A edição da portaria pela vigilância sanitária possibilitará que, além dos gestores públicos, os juízes e promotores eleitorais exerçam o poder de polícia eleitoral para evitar esses ilícitos”, disse.

O procurador ressalta, ainda, que “a propaganda eleitoral é fundamental para a campanha, como fonte de publicidade e debate democrático, mas se deve buscar um meio termo a fim de garantir, também, o respeito às normas sanitárias de preservação à saúde e à vida das pessoas”, concluiu.


Blog do Minard

Ao que tudo indica PT estará na chapa encabeçada por Rubens Jr

 Lideranças do PT, como o secretário de estado Chico Gonçalves e o vereador Honorato Fernandes, já declararam apoio ao candidato do PCdoB




Coordenador da pré-campanha de Rubens Junior (PCdoB) à prefeitura de São Luís e presidente estadual do PCdoB Maranhão, o deputado federal Márcio Jerry disse nesta segunda-feira (31) que conta com o apoio do Partido dos Trabalhadores (PT) para vencer as eleições na capital maranhense.

“A ampla unidade que estamos construindo com partidos políticos e a sociedade conduzirá este projeto ao êxito. Já são cinco legendas, PCdoB, DC, PMB, Cidadania e PP, estamos firmes e logo logo teremos a companhia do PT para construirmos com nosso povo uma grande vitória”, afirmou o parlamentar.

Lideranças do PT, como o secretário de estado Chico Gonçalves e o vereador Honorato Fernandes, já declararam apoio ao candidato do PCdoB. Pesquisa recente, divulgada pelo Instituto DataIlha, aponta que com o apoio de Flávio Dino (PCdoB) e do ex-presidente Lula (PT), Rubens Junior disputaria o segundo contra o bolsonarista Eduardo Braide (Podemos).

DR.º YGLÉSIO E VICE RECEBEM APOIO DO SINDICATO DOS MÉDICOS DO MARANHÃO

 Os pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito de São Luís, Dr. Yglésio (PROS) e Dr. Mauro César (PROS), respectivamente, estiveram no Sindicato de Médicos do Estado do Maranhão (Sindmed-MA) onde receberam o apoio do presidente do sindicato, Dr. Adolfo Silva Paraíso. A visita aconteceu no final da última semana.

Dr. Yglésio recebe apoio do Sindicato dos Médicos do Maranhão

A visita ocorreu depois do nome de um segundo médico, o Dr. Mauro César, ser confirmado vice-prefeito na chapa do PROS. “Essa foi a primeira reunião que a gente teve, entre o Dr. Yglésio e o Dr. Mauro César, vieram avisar da sua pré-candidatura e podem contar com o apoio do Sindicato dos Médicos nesta empreitada”, disse Adolfo, presidente do Sindmed.

Com o anúncio da pré-candidatura a vice-prefeito do Dr. Mauro César (PROS), a chapa do PROS demonstrou uma preocupação especial com a saúde pública da capital maranhense, mas o debate também vai ter atenção das outras áreas.

“Será uma chapa com dois médicos, mas além da saúde preocupado também com a educação, com a cultura, com o turismo, com esporte, lazer, com a criança, preocupado com as famílias e as pessoas em geral.”, disse Mauro César (PROS), que é oftalmologista.

HU-UFMA faz balanço de seis meses da pandemia do novo Coronavírus



SÃO LUÍS - Por trás de tantos equipamentos de proteção individual, existem pessoas carregadas de sentimentos e de histórias que os impulsionam a enfrentar de perto a rotina de um hospital que tem pacientes com Covid-19. Heróis? Não! São homens e mulheres, que estão aprendendo a administrar o medo em prol de uma causa maior. No Hospital Universitário da UFMA, profissionais de diferentes categorias sentem na pele o peso de difíceis decisões, a alegria em poder contribuir com a cura de um paciente, a gratidão de ser um dos que já venceram a doença, o medo de ser o próximo a ser infectado.

Após seis meses da confirmação do primeiro caso de Covid-19 no Brasil, a equipe do HU-UFMA, mesmo em um momento delicado para o mundo, conseguiu demonstrar que com perseverança e determinação é possível obter bons resultados. Com a soma de esforços em diferentes áreas, até agora foram 1.262 casos notificados (pacientes e profissionais), 334 internações, 138 leitos disponibilizados exclusivamente para a Covid-19, sendo 40 para UTI´s e 98 para enfermarias, mais de 1.000 profissionais treinados, 2.220 teleatendimentos pelo chatbot da “Equipe Virtual de Saúde HU-UFMA/SEMUS”, 2.490 teleatendimentos pelo Sofiabot desenvolvido pela Unidade de Telessaúde que foi utilizado por 23 estados, além do Maranhão e 19 pesquisas em andamento. E não para por aí.

Os projetos de cuidado, segurança e humanização contemplaram ações para os colaboradores, como a adequação de um prédio da Universidade Federal do Maranhão para o alojamento dos profissionais da linha de frente ou até mesmo uma singela mensagem de carinho impressa nas refeições, foram responsáveis por uma injeção de coragem, força e alegria para todos que permaneciam na batalha, principalmente nos momentos mais críticos da pandemia. Os projetos de Saúde Mental também foram alicerce, quando em meio ao desespero e a angústia de não poder abraçar a quem se ama, de se manter longe de casa, de viver a incerteza dessa doença tão nova para todos, se fez necessário para dar um suporte psicológico a quem cuida, mas também precisa ser cuidado.

E cada um vai colecionando histórias e deixando marcas por onde atuam. São pacientes inspirando profissionais, são profissionais inspirando toda uma sociedade.

O cirurgião-geral, Artur Serra Neto, foi um dos primeiros profissionais com o diagnóstico confirmado para Covid-19 no HU-UFMA. Ele retornou as atividades depois dos 15 dias de isolamento domiciliar. Assim que voltou, logo na primeira semana, participou como cirurgião auxiliar de um parto realizado pela ginecologista e obstetra, Márcia da Silva Sousa. O que tornou o momento ainda mais especial, foi porque se tratava de uma paciente com Covid-19, internada no anexo C, local destinado para os leitos de UTI Covid, grávida de 33 semanas, 29 anos, que precisou ter seu parto antecipado, com uma cesariana às pressas. Foi a primeira paciente de UTI Covid que teve seu parto realizado no centro cirúrgico da Unidade Presidente Dutra.

Para ele, participar desse momento foi muito significativo. “A satisfação e a emoção foram muito grande, por ter saído bem e totalmente recuperado do isolamento e poder retornar ao trabalho e contribuir em uma cirurgia que concebeu a vida a um pequeno ser. A palavra que representa o que eu sinto é gratidão. Gratidão a Deus, a minha família e aos amigos, pela força que recebi durante esse período e pela oportunidade de ajudar com o meu trabalho outras pessoas que precisam. Não podemos nos abster de participar dessa missão tão importante”.

A superintendente do HU-UFMA, Joyce Santos Lages, agradece de forma especial os profissionais que atuaram incansavelmente no combate ao Coronavírus nas mais diferentes vertentes. Desde os profissionais da área da saúde aos administrativos, têm sido uma luta vencida no coletivo “Nesse sentido, expresso meu mais profundo agradecimento a todos os membros das equipes de saúde, bem como aos colaboradores da área de ensino, administrativa e de apoio, que dão suporte para que a assistência possa acontecer. Diante do que estamos vivendo, nosso propósito de ‘Educar e cuidar para salvar vidas’ se fortalece diariamente e nos deixa um grande aprendizado, sobre a real dimensão e importância do nosso papel no mundo. ”

A gestão trabalhou arduamente desde a criação do Comitê de Operações de Emergência para o enfrentamento da Covid-19, que elaborou o Plano de Contingência, que possibilitou a organização dos fluxos, a garantia da oferta de equipamentos de proteção individual e de treinamentos, proporcionando o melhor conhecimento aos profissionais, embasado em experiências exitosas, já vivenciadas na prática por outras equipes. Outras estratégias importantes ajudaram de forma significativa, como a campanha para angariar recursos e insumos hospitalares, e o processo seletivo para contratação emergencial.

O reitor da UFMA, Natalino Salgado Filho, enfatiza o comprometimento da instituição no combate ao novo coronavírus, em especial do Hospital Universitário “A UFMA não mediu esforços para dar o suporte necessário para o enfrentamento desta pandemia. É nosso compromisso garantir segurança e nos manter engajados nessa batalha, atuando em várias frentes. É importante que nossos colaboradores saibam que eles não estão sozinhos. Vamos vencer juntos! ”

A pandemia ainda não acabou, a luta continua, o cuidado precisa seguir firme   “Olhando para trás e percebendo que da adversidade surgiram novas oportunidades, seguimos com a convicção de que nossa missão fará toda diferença e ao final deste ciclo, sairemos mais fortes” ressalta a superintendente.

Unidade de Comunicação Social do HU-UFMA

domingo, 30 de agosto de 2020

RECEPÇÃO CALOROSA NO SÃO FRANCISCO



Ao lado do decano e vice presidente do parlamento municipal de São Luís,  vereador Astro de Ogum e do deputado federal e coordenador geral da pré campanha, deputado federal Marcio Jerry *, o pré candidato a prefeito de São Luís, *Rubens Jr, ambos do PCdoB, foi recepcionado calorosamente no bairro do São Francisco. A reunião foi marcada pelo líder comunitário Vavá da Escolinha *, ligado ao vereador, que desenvolve um belo trabalho na área do esporte voltado para crianças e adolescentes carentes. No encontro, o pré candidato aproveitou para colocar em prática mais uma edição do *”Diálogos por São Luis”, e ouviu atentamente os anseios de melhoria apresentados pelos moradores.

sábado, 29 de agosto de 2020

PANDEMIA: SÍDROME INFLAMATÓRIA MULTISSISTÊMICA PEDIÁTRICA LIGADA À COVID-19 PREOCUPA OS MÉDICOS

Com a confirmação de nove casos de Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P), doença rara associada à Covid-19, sendo uma morte, o Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) recebeu relatos da comunidade médica sobre a necessidade de intensificar a testagem de pacientes da ala pediátrica e da descentralização de leitos do setor.

Os pontos devem ser discutidos com o governo de Pernambuco nesta sexta (28). “Essa reunião com a Secretaria Estadual de Saúde foi desencadeada através de uma carta que pediatras encaminharam às entidades médicas. A partir daí, a gente tirou alguns pontos para discussão. Um dos pontos mais importantes é, sem sombra de dúvidas, a testagem nas pediatrias”, afirmou o diretor do Cremepe, Fernando Oliveira.

Ainda de acordo com Oliveira, grande parte dos pacientes com Covid-19 nas alas pediátricas não apresentam quadro clínico grave. “A maioria desenvolve quadro leve ou assintomático, por isso a importância da testagem”, disse.

A ampliação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na ala pediátrica também é outro assunto que integra a pauta do Cremepe. “Muitas vezes o paciente vem do interior do estado para a capital. Chegando aqui, ele sobrecarrega o sistema”, afirmou Oliveira.

A respeito da medicação para os pacientes diagnosticados com SIM-P, o diretor do Cremepe informou que a imunoglobulina tem sido garantida pelo poder Executivo. “Essa medicação, teoricamente, é distribuída pelo Ministério da Saúde, mas o governo do estado está garantindo mil ampolas para que essas crianças que venham a desenvolver a SIM-P tenham acesso”, disse.

Na terça-feira (25), o governo do estado confirmou a primeira morte de criança com quadro relacionado à SIM-P. Ao todo, há nove casos no estado, sendo uma morte, um paciente internado em enfermaria e outros sete, já curados.

G1

QUANDO AS PESTES NOS ASSALTAM

José Osmar Medina Pestana, ao ciceronear os participantes do Simpósio "A Pandemia e A Literatura", promovido pela Academia Nacional de Medicina, conduziu-nos a pensar esta realidade, por meio da leitura de A Peste, de Albert Camus. Sintetizou a obra como aquela que ‘versa primariamente sobre a morte, mas transcende o ser, aplicada, de maneira metafórica, a muitas situações e relações sociais’ e como aquela que é ‘um livro de cabeceira para ser lido muitas vezes, pois, em cada momento de leitura, o drama, ali narrado, encaixa-se em algum momento de nossa vida’.

Era o surto da peste Negra – a peste Bubônica - que assolou a Europa, no séc. XIV, e matou milhões de pessoas. ‘A cidade argelina de Orã foi o palco do drama. De repente, ratos aparecem mortos em vários lugares da cidade e, aos poucos, pessoas começam a apresentar sintomas da doença e os mortos se acumulam. E, de repente, não mais que de repente’, tomando de empréstimo a frase repetida de Vinícius de Morais, as pessoas se viram vítimas dos roedores e perderam suas identidades, passando a meros números à espera de um futuro incerto e indefinido, no qual impera a morte e o desespero.’ 

‘A cidade foi posta em quarentena rígida e, então, os personagens, moradores e visitantes – presos - sofreram por quase um ano as consequências e os problemas que a situação desencadeara. O padre entende que é um castigo divino e faz um sermão inflamado, mas, por ironia, ele mesmo morre alguns dias depois. O discurso do castigo se desvanece logo quando a primeira criança morre. Eis que esta é alguém que todos têm como inocente, sem pecados a serem purgados’.  Este episódio pode ter parâmetro na destruição bíblica de Sodoma e Gomorra, em que morreram inúmeras crianças que, por princípio cristão, não tinham nada a ver com a depravação.  O certo é que, no livro, Camus traça um cenário muito familiar: ‘Já não havia então destinos individuais, mas uma história coletiva que era a peste e sentimentos compartilhados por todos. O maior era a separação e o exílio, com o que isso comportava de medo e de revolta”. Depois de uma angustiante narrativa do momento em que ‘as famílias são separadas, o pânico se instala, as almas mesquinhas se revelam, o campo de futebol vira hospital improvisado, alguns enriquecem à custa da venda de produtos de primeira necessidade a preços estratosféricos e eis que, repentinamente, assim como começou, a doença desaparece’. 

Porém ‘os homens já não são mais os mesmos, depois que perdem seu senso de segurança’, constata o confrade Osmar Pestana. O personagem principal de A Peste é um médico, Dr. Rieux, homem lúcido que, ao lado de outros personagens masculinos, luta de forma renhida para salvar vidas, aliviar males. Impossível não se identificar com ele, nós, os que escolhemos a senda hipocrática. Assemelhamo-nos quanto à forma de enfrentar o drama, quanto às escolhas difíceis, quanto à constatação de que a humanidade perde algumas vezes, quando assaltada pelas doenças advindas das pragas.

O romance, além de tratar da responsabilidade pessoal de cada um, das escolhas que fazemos, é uma crítica à opressão e aos regimes opressores e, principalmente, ao nazismo, embora Osmar nos tenha lembrado de que Camus nunca tenha assumido tal metáfora. Vale lembrar, entretanto, que Camus foi membro ativo da resistência francesa contra a ocupação alemã na França.

Lembra-nos o confrade que, ao lermos A peste, de Albert Camus, se abstrairmos o cenário e o nome da peste, onde a história se desenvolve, poderemos nos encontrar facilmente neste 2020, na travessia da Covid-19. ‘As semelhanças são impressionantes, à exceção do avanço tecnológico e do pouco que já aprendemos da prevenção e disseminação do mal, principalmente porque ainda não há nem vacina, nem remédios apropriados’, como no séc. XIV.

É clara a relação entre o cenário da obra e o momento da pandemia provocada pela Covid-19, mas também deve ser claro o sentido de nossas escolhas e decisões diante dessas circunstâncias. Nesse ponto, a literatura nos recomenda mais humildade. A peste desaparece, mas continua à espreita, pronta para nos assaltar no inesperado de nossa altivez que ousa, muitas vezes, ignorar a importância da ciência para encontrar saídas que se escondem no labirinto criado pelo caos, durante o assalto das pestes.

Natalino Salgado Filho

Reitor da UFMA, Titular da Academia Nacional de Medicina, e da Academia de Letras do MA e da AMM.

A MARVEL E O MUNDO DE LUTO - MORRE CHADWICK BOSEMAN, O PANTERA NEGRA DO FILME "OS VINGADORES"

Ator lutava contra câncer de cólon desde 2016 e morreu em sua casa, nos Estados Unidos

Chadwick Boseman, astro de 'Pantera Negra', em foto de março de 2018 — Foto: Jordan Strauss/Invision/AP, File
O ator Chadwick Boseman morreu aos 43 anos. Conhecido por interpretar o Pantera Negra no filme da Marvel, além de personagens importantes da história americana, ele enfrentou um câncer de cólon diagnosticado em 2016."É com imensurável pesar que confirmamos a morte de Chadwick Boseman. Chadwick foi diagnosticado com câncer de cólon de estágio 3 em 2016, e lutou contra ele nestes últimos quatro anos conforme progrediu para estágio 4", afirmou a família do ator em seu perfil no Twitter.

"Um verdadeiro lutador, Chadwick perseverou por tudo, e trouxe a vocês muitos dos filmes que tanto amam. De 'Marshall: Igualdade e Justiça' a 'Destacamento Blood', 'Ma Rainey's Black Bottom' de August Wilson e muitos mais, todos foram gravados durante e entre incontáveis cirurgias e quimioterapia. Foi a honra de sua carreira trazer à vida o rei T'Challa em 'Pantera Negra'."

De acordo com a nota, ele morreu em sua casa, acompanhado da mulher e da família. Ele nunca tinha falado sobre a doença publicamente.

Nascido na Carolina do Sul, o americano Chadwick Aaron Boseman começou a carreira na televisão, com um pequeno papel na série "Parceiros da Vida".

Depois de participações em séries como "Lei & Ordem" e "Plantão médico", ele ganhou seu primeiro papel regular em "Lincoln Heights", em 2009.

Seu primeiro personagem de destaque no cinema veio como o protagonista de "42: A História de uma Lenda" (2013).

No filme baseado em fatos, interpretou o jogador de beisebol Jackie Robinson, que em 1947 se tornou o primeiro negro a entrar para um time da principal competição dos Estados Unidos, a Major League Baseball.

O papel marcaria uma carreira repleta de personagens importantes da cultura negra americana, como o cantor James Brown, em "Get on Up: A História de James Brown" (2014), e o juiz Thurgood Marshall, primeiro membro negro da Suprema Corte americana, em "Marshall: Igualdade e Justiça" (2016).

Ainda em 2016, ele estreou no papel pelo qual seria mais lembrado. Em "Capitão América: Guerra Civil", Boseman apareceu pela primeira vez como T'Challa. Criado pela Marvel em 1966, o Pantera Negra foi o primeiro super-herói negro dos quadrinhos americanos.

Dois anos depois, estrelou seu próprio filme, "Pantera Negra". Sucesso com crítica e com o público, a história do herói de um reino africano fictício e avançado bateu a marca do US$ 1 bilhão nas bilheterias mundiais, ganhou três Oscar e foi indicado a outros quatro — entre eles, o de melhor filme.

Como o herói, ele ainda participou de "Vingadores: Guerra Infinita" (2018) e de "Vingadores: Ultimato (2019), e tinha presença confirmada em um novo "Pantera Negra", previsto para 2022.

Seu trabalho mais recente já lançado foi "Destacamento Blood", dirigido por Spike Lee, que estreou em junho. Ele ainda esteve em "Ma Rainey's Black Bottom", com Viola Davis, que tinha estreia prevista em 2020.
Chadwick Boseman em foto de 2014 — Foto: Dan Hallman/Invision/AP
Representatividade

Em 2018, a reportagem do G1 acompanhou uma sessão de 'Pantera Negra' com jovens negros em um shopping de Niterói, no Rio de Janeiro.

"Desde criança nunca vi um herói negro, uma heroína negra. Nunca me senti representado. Hoje estou muito feliz e penso nas crianças que vão se sentir representadas", disse na ocasião o estudante Lucas Adeniran. Leia a reportagem e veja, no vídeo abaixo, como foi a sessão.

G1

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

"QUEM VOTA PRO ASTRO. VOTA PROS POBRES". DISSE ASTRO EM REUNIÃO NO COHATRAC

O vereador esteve (27/08) novamente no bairro do Cohatrac conversando de perto com a população. Astro ainda teve uma reunião no bairro do Coroadinho. Em seu discurso em ambos os bairros destacou que não precisa atacar ninguém, e que deseja só o bem para os seus adversários. 

"Eu sou o mais perseguido, porque sou o que mais trabalha". destacou Astro 

Dizendo que ao pontuar bem nas pesquisas para a disputa pela prefeitura de São Luís, começou a incomodar. Pediu que o povo votasse em quem realmente olhasse pela população mais carente. Falou que como está no partido PCdoB, irá apoiar o pré-candidato Rubens Jr, que tem o apoio do Ex-presidente Lula. "O Lula por defender o povo, também foi extremamente perseguido, assim como Nelson Mandela". O vereador sempre lembra da luta desses grandes líderes mundiais. 

Lideranças locais

Andrezinho do Cohatrac, Roberth Coelho e Raul Rêgo organizaram a reunião que contou com diversos moradores da localidade. "Até me emociono ao falar desse momento pelo qual Astro está passando, extremamente delicado na questão de saúde. Mas todo o nosso esforço valeu a pena, ao ver todos vocês reunidos nessa noite, aqui com o nosso vereador". Disse Andrezinho, produtor cultural.




Rubens mostra preparo e se destaca em evento sobre Saneamento Básico

 



Em mais uma oportunidade de debater o futuro de São Luís, o pré-candidato a prefeito pelo PCdoB, Rubens Jr, mostrou que está preparado para administrar a capital maranhense. No evento virtual, organizado pelo Sindicato dos Urbanitários do Maranhão, e que aconteceu na tarde desta quinta-feira (27), o comunista apresentou suas propostas na área de saneamento básico. 

A reunião contou com a presença de diversos outros pré-candidatos a prefeito de São Luís e trouxe como tema a defesa da Caema e do saneamento básico. Na ocasião, Rubens apresentou conteúdo consistente, e demonstrou que conhece bem a cidade e suas necessidades. "Sou do partido PCdoB, liderado pelo governador Flávio Dino, o que mais cumpriu os compromissos assinados e registrados junto à Justiça Eleitoral. E nós faremos o mesmo. Todas as nossas propostas serão cumpridas e executadas”, disse.

Rubens reforçou, ainda, que investimento em saneamento é pauta importante no seu plano de governo. Ele acredita que esta é uma das questões que mais interferem na vida das pessoas, em diversos níveis, além de potencializar o turismo e movimentar diversos setores da economia. O pré-candidato ressaltou que, o que for a favor da cidade, ele estará sempre à disposição para contribuir e dialogar.

Ainda em sua participação, o pré-candidato do PCdoB fez um registro em defesa da CAEMA e da universalização dos serviços de água e esgoto não só em São Luís, mas em todo o Maranhão. “A Caema precisa de uma chance e instrumentos de gestão para depois se pensar em privatizar. A força do mercado financeiro vai tentar dilapidar o patrimônio público".

Rubens lembrou, ainda, que o Governo Federal tem peso decisivo na política de saneamento, por mais que esta seja uma responsabilidade municipal. "As principais obras de saneamento no estado do Maranhão, e em São Luís, foram feitas na época do PAC Saneamento, nos governos Lula e Dilma Rousseff. As boas iniciativas foram de governos progressistas. Com Temer e Bolsonaro, houve o desmantelamento desta política”, comentou.

O saneamento é um direito essencial, garantido constitucionalmente no Brasil. Este reconhecimento legal é reflexo das profundas implicações desses serviços, tanto para a saúde pública, como o ambiente, à medida que sua carência pode influenciar de forma negativa campos como educação, trabalho, economia, biodiversidade, disponibilidade hídrica e outros. Rubens pontuou ainda que, o Marco do Saneamento contribui para debater com mais vigorosamente a questão, e que sem investimentos não se conseguirá universalizar o saneamento básico.

O presidente do Sindicato dos Urbanitários, Fernando Pereira, ressaltou a importância do lançamento da plataforma e do compromisso de uma Caema pública e forte. "O saneamento básico não pode ser visto como um problema, mas sim solução.  Queremos fortalecer a empresa e sabemos que as privatizações em muitos lugares não deram certo," disse.


Propostas de Rubens

Plano Municipal de Saneamento Básico

Elaborar e executar a Política e o Plano Municipal Integrado de Saneamento com o objetivo de reduzir as desigualdades socioespaciais e a insegurança sanitária da população frente aos cenários de mudanças climáticas e risco sanitário. Criar metas e indicadores de controle para acompanhar a efetividade da política publica.


Ampliação da rede de água e esgoto

Regular e ampliar a abrangência e capacidade dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário (CAEMA), com foco em aumentar a rede de fornecimento de água bem como sua frequência, ampliar a rede coletora de esgoto para 50% dos domicílios, garantir a conclusão das obras de Estacoes de Tratamento de Esgoto e Redes Coletoras a fim de garantir a balneabilidade das praias.


Coleta Seletiva

Ampliar a cobertura com o cadastro de grandes consumidores, ampliação da coleta domiciliar, ampliação dos ecopontos e instalação de uma unidade de tratamento para resíduos da construção civil, criação de um pátio de compostagem e apoio aos catadores e cooperados da coleta seletiva.


Drenagem Urbana

Ampliar a cobertura do sistema de microdrenagem para 60%, através da utilização de um sistema de espaços livres que permitam drenar o reter a água, diminuindo os problemas de alagamentos que afetam a mobilidade urbana e a qualidade dos pavimentos de ruas e avenidas (com criação de taxa de drenagem) e reduzir o número de domicílios acometidos por inundações em São Luís em 60%. Podem ser utilizados as seguintes estratégias: uso de pavimento permeável, calçadas com sarjetas, jardins de chuva, parques, praças e campos que sirvam de retenção para água além da proteção da vegetação em cotas altas evitando o escoamento superficial.


Inclusão Produtiva de Catadores

O programa consiste em uma política de inclusão produtiva de catadores de materiais recicláveis da Região Metropolitana Grande São Luís, através da interlocução da prefeitura entre catadores, iniciativa privada e financiamento.

terça-feira, 25 de agosto de 2020

NOVA PESQUISA MOSTRA QUE O MARANHÃO ESTÁ COM A MAIOR TAXA DE COVID-19 NO BRASIL

A incidência de Covid-19 no Maranhão chegou a 40,4%, a maior taxa do Brasil. Os dados são de pesquisa realizada por uma equipe técnica da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e da Secretaria de Estado da Saúde entre 27 de julho e 8 de agosto. Foram analisadas 3.156 amostras de sangue.


A prevalência de infecção pelo novo coronavírus no Estado é muito superior do que a reportada em outras áreas do País: Fortaleza (14,2%), São Paulo (4,8%), Espírito Santo (2,1%), Ribeirão Preto (1,4%) e Rio Grande do Sul (0,22%). As outras avaliações tiveram amostras coletadas até meados de junho, enquanto o Maranhão trabalha com dados mais atuais.

O relatório constatou que houve maior incidência de Covid-19 em domicílios com maior número de pessoas (acima de dois moradores) e que indivíduos com maior escolaridade foram menos afetados pelo coronavírus. Sexo, idade, raça e renda familiar não tiveram impacto direto nos resultados.

“Esses resultados indicaram relação inversa da prevalência dos anticorpos investigados com a escolaridade mais elevada e com menor número de moradores, sugerindo que desigualdades sociais e composição do número de moradores nos domicílios podem ter maior influência na exposição ao SARS-CoV-2”, diz o documento.

*Enquanto isso… O Governador está a fazer cabines de sexo à investir em saúde.


Fonte: Folha

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

DEPUTADA FLORDELIS ACUSADA DA MORTE DO MARIDO TEM FILIAÇÃO PARTIDÁRIA SUSPENSA

 O Partido Social Democrático (PSD) decidiu suspender a filiação da deputada federal Flordelis (RJ). Nesta segunda-feira (24), a Polícia Civil do Rio de Janeiro concluiu que a deputada é mandante do do assassinato do próprio marido, pastor Anderson do Carmo.

A deputada federal Flordelis, fala sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo.

De acordo com presidente do partido, Gilberto Kassab, a sigla vai adotar medidas internas para expulsar a deputada de seus quadros. 

“Diante do indiciamento da parlamentar, o corpo jurídico do partido adotará as medidas para a suspensão imediata de sua filiação e, a partir dos desdobramentos perante a Justiça, serão adotadas as medidas estatutárias para a expulsão da parlamentar dos seus quadros”, afirmou Kassab, por meio de nota.

Assassinato

A deputada foi indiciada pelo crime de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, falsidade ideológica, uso de documento falso e organização criminosa majorada.

De acordo com o delegado Allan Duarte, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI), no Estado do Rio de Janeiro, na primeira fase da investigação foi identificado como executor o filho biológico da deputada, Flávio dos Santos Rodrigues. O filho adotivo do casal, Lucas César dos Santos, foi apontado como a pessoa que comprou a arma utilizada no assassinato.

Na segunda fase da apuração, ainda segundo o delegado, novas provas e ações de inteligência constataram que Flordelis foi a mandante do homicídio. A investigação aponta como motivação principal a disputa de poder entre o casal e a emancipação financeira dela.

pastor Anderson do Carmo foi assassinado no dia 16 de junho do ano passado, dentro da própria casa, no bairro Badu, em Niterói. Na ocasião, Flordelis relatou que o pastor teria sido morto durante um assalto, após o casal ter sido seguido por elementos suspeitos em uma moto. Ele foi atingido por tiros na garagem, quando retornou ao carro para buscar algo que tinha esquecido.

AGÊNCIA BRASIL

COMEÇOU HOJE O SAQUE DO FGTS EMERGENCIAL PARA NASCIDOS EM AGOSTO

 Os trabalhadores nascidos em agosto começam a receber hoje (24) o crédito do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até R$ 1.045. O pagamento será feito por meio da conta poupança digital da Caixa Econômica Federal.

FGTS: Confira as opções de saque na pandemia

Nesta fase, o dinheiro poderá ser movimentado apenas por meio do aplicativo Caixa Tem. A ferramenta permite o pagamento de boletos (água, luz, telefone), compras com cartão de débito virtual em sites e compras com código QR (versão avançada do código de barras) em maquininhas de cartão de lojas parceiras, com débito instantâneo do saldo da poupança digital.

O dinheiro só será liberado para saque ou transferência para outra conta bancária a partir de 17 de outubro, para os trabalhadores nascidos em agosto. O calendário de crédito na conta poupança digital e de saques foi estabelecido com base no mês de nascimento do trabalhador. Com informações da Agência Brasil.

MA10

FALECEU NESTA MANHÃ, SÁLVIO DINO, PAI DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO

 Pai do governador Flávio Dino sofre infarto em João Lisboa | O ...

Morreu nesta segunda-feira (24) o ex-prefeito de João Lisboa e ex-deputado estadual Sálvio Dino, pai do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB).

Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Carlos Macieira, em São Luís, onde deu entrada após contrair Covid-19.

A informação foi confirmada nas redes sociais pelo próprio governador.

Foto Reprodução

Sálvio Dino Jesus de Castro e Costa tinha 88 anos e era pai, ainda, do procurador da República Nicolao Dino, do advogado Sálvio Dino Júnior e do bacharel em Direito Saulo Dino.

A toda a família e aos amigos, nossos mais sinceros sentimentos.

Por Gilberto Léda

domingo, 23 de agosto de 2020

GOVERNO FEDERAL LANÇARÁ "RENDA BRASIL" DENTRO DO "PRÓ-BRASIL" NESTA TERÇA-FEIRA

Governo está em fase de ajuste final do plano de retomada da Economia no pós-pandemia, lançamento está sendo chamado de "Big Bang Day"

Ministros Guedes e Braga Netto devem participar de lançamento

O Plano de Retomada da Economia que será lançado nesta terça-feira (25) pelo governo federal será o Pró-Brasil reformulado e ampliado em dois eixos: Ordem e Progresso, conforme o R7 Planalto já tinha antecipado. A grande mudança em relação à primeira versão do Pró-Brasil, apresentado em 22 de abril, e que abriu divergências no governo e críticas no Congresso, é que dessa vez o plano trará o Renda Brasil (programa de ampliação do Bolsa Família e substituição do auxílio emergencial) e medidas que garantam a manutenção do teto de gastos (regulamentação dos gatilhos). 

O lançamento do plano está sendo chamado pela equipe econômica de "Big Bang Day", já que trata-se de uma grande aposta de retomada do crescimento. 

Os últimos detalhes ainda estão sendo fechados, e fontes do governo dizem que o Pró-Brasil é "uma ferramenta de priorização de projetos". Há a expectativa que o plano contemple a reforma do Estado, ou reforma administrativa, que vem sendo cobrada pelo Congresso como fundamental para abrir espaço para investimentos no orçamento federal sem furar o teto de gastos. 

A definição da Carteira dos Projetos, que ainda está sendo fechada, traria ainda reforma tributária (já em tramitação no Congresso), mudanças no Pacto Federativo (parado no Congresso) e a reformulação do Minha Casa Minha Vida, que agora será chamado de Casa Verde Amarela, focado em financiamento para reformas, e não para construção, como era o Minha Casa, Minha Vida.

Outros projetos que já foram lançados pelo governo estarão no pacote, como a Carteira Verde Amarela e acessão à OCDE e as mudanças dos marcos regulatórios que vem sendo defendidas pelo ministro Paulo Guedes como fundamentais para destravar a economia: saneamento, cabotagem, Nova Lei do gás.

Esses projetos são do "Eixo Ordem" a parte estrutural e de legislação para melhoria do ambiente de negócios. Eles são considerados fundamentais para possibilitar a execução do "Eixo Progresso", de investimentos e privatizações, com 160 leilões e privatizações previstos. 

A estimativa do governo é que o plano será capaz de atrair mais de R$ 1 trilhão de investimentos privados em 10 anos.

O lançamento do plano deve ter a presença de vários ministros, conduzido pelo ministro Guedes, para sinalizar que a disputa que teve início com o lançamento do Pró-Brasil dentro do governo, entre fiscalistas e desenvolvimentistas, acabou. Ao ser lançado em 22 de abril, o Pró-Brasil não teve a presença de Guedes ou secretários. 

Também há a intenção de ter a adesão dos demais poderes, Legislativo e Judiciário, além de TCU e Ministério Público, em uma sinalização de que todos estão unidos em torno do plano de retomada, o que o governo vem chamando de "União Pró-Brasil". Foi para atrair os outros Poderes e acabar com a disputa interna que o plano deve trazer as medidas de equilíbrio fiscal (gatilhos do teto e reforma admnistrativa). 

O grande desafio do governo, no entanto, será ter apoio real e uma articulação forte para garantir que todo o plano lançado seja aprovado no Congresso Nacional. Não podemos esquecer que na semana passada o governo foi derrotado no Senado no veto ao reajuste dos servidores. A crítica do ministro Guedes aos senadores também gerou insatisfação, abrindo um espaço para futuras retaliações no plenário. 

Sobre o episódio, Guedes disse a interlocutores que a fala foi mais "um lamento" do que "uma ofensa" a senadores. 

R7

    POR UMA NOVA VERSÃO DA HISTÓRIA

            O intelectual Domício Proença, membro da ABL, selecionou a narrativa da gripe espanhola, presente na obra Chão de Ferro, do escritor mineiro Pedro Nava, para refletir, no Simpósio A Pandemia e A Literatura, na ANM, sobre o que se repete nos dias pandêmicos do decorrer dos tempos, incluindo as questões da existência. E o fez talvez porque ‘um memorialista seja o mais exato de todos, ao descrever suas histórias, pois somos não apenas os instantes materiais onde a história se desenrola, mas a imaginação que traz os sonhos e as expectativas que jamais vieram à luz, mas pareciam ter ido de nós total e inteiramente’. 

            O acadêmico iniciou sua palestra, considerando ser a leitura de Chão de Ferro um profundo mergulho, enquanto descreve ‘a sensação de estar envolto em palavras que passam diante dos olhos como se fossem carpas multicoloridas que nos despertam uma vontade quase irresistível de tocar, suavemente, para sentir as cores que se refratam com a luz’. Compartilhou a afinidade com as impressões de Raquel de Queiroz sobre o livro de Nava: ‘mexe com a alma, com o coração, com a inteligência; mistura a materialidade do título com ternura e agudeza; metaforiza que do chão de pedra somos levados a águas profundas, tanto quanto Vinicius de Moraes poetiza em seu célebre poema’ que, “Para viver um grande amor, direito / Não basta apenas ser um bom sujeito / É preciso também ter muito peito / Peito de remador”. 

            Foi assim que me encontrei diante das palavras de Proença sobre Chão de Ferro de Pedro Nava, obra que relembra, de maneira multiforme, a vida de Nava, no Rio de Janeiro, e sua ‘folha da juventude’, no Colégio Pedro II: imaginando o que, desta realidade que vivemos, ficará guardado na memória do mundo. Porque, para Domício, o memorialista é historiador e ficcionista. Diferente de um escritor de biografias, na exatidão dos fatos, o memorialista é, no dizer do próprio Nava, ‘um tipo anfíbio que casa história e ficção’, tornando difícil e fascinante ao leitor saber ‘o quanto há, na obra, do mundo vivido e do mundo criado’. 

            Desse modo, Proença pensou a Covid-19, ao eleger o relato de Nava sobre o que ocorreu em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro, como retorno das mesmas situações caóticas. E comparou: ‘no princípio, os moradores fizeram pouco caso, a despeito de a gripe espanhola grassar na Europa e na Ásia, assim como agora tem acontecido. Os infectados pareciam distantes. O navio La Plata era um celeiro ignorado e os contaminados começaram a disseminar o mal nas cidades’. 

            Considerou, ainda, ‘impressionantes as coincidências que irmanam a reação governamental e popular do contexto da gripe espanhola, em 1918, e a do coronavírus, em 2020: jogos suspensos, proibição de circulação, pânico, pouco conhecimento das consequências da praga; a agressão e a variabilidade da sintomatologia; o fantasma da fome; a inexistência de medicamento eficaz; as questões da economia e o desafio angustiante do conhecimento’. Remédios incertos. Todos se arvoravam farmacêuticos e médicos, no quesito de recomendação e prescrição’. 

            ‘Os profissionais de saúde se revelaram logo esgotados; as funerárias não davam conta de tanta demanda e os campos santos logo se mostraram lotados. Como em toda crise, também havia os que lucravam com a desgraça alheia. Milhares de infectados, morte em todo canto, famílias destroçadas’. E ainda o fake news. Jornais impressos alternando realidade e “ficção” e as autoridades a cogitarem repressão e censura. Era ‘o reinado da hipótese’, resume Proença, numa expressão que se encaixa perfeitamente à nossa realidade. 

            Eu percebi, naquela tarde, que a memória coletiva, presente na literatura, torna a leitura ainda mais pulsante, por tudo o que se revive. ‘Isso difere de saudosismo, que é o sentimento que tenta nos arrastar ao passado e nos enclausurar. É pura magia, como quem abre uma das portas de Alice ou de As Crônicas de Nárnia’, afirmou Domício Proença. 

            Fiquei pensando o quanto o perfil cíclico das pestes exige novas respostas às crises do mundo. Para isso, a ciência não é uma opção: é um dever para conter o eterno retorno das pestes e assegurar uma nova versão da história, sem as visíveis repetições, cujas lições a humanidade parece não aprender. 


    Natalino Salgado Filho 

    Reitor da UFMA, Titular da Academia Nacional de Medicina, membro da Academia Maranhense de Letras do MA e da AMM

    sábado, 22 de agosto de 2020

    O "PROFETA" FLÁVIO DINO DIZ QUE "PREVÊ" DIAS PIORES DA PANDEMIA E VAI CONTRA OS PESQUISADORES

    Uma declaração do governador Flávio Dino (PCdoB) em entrevista virtual na última sexta-feira chamou a atenção da sociedade e dos órgãos sanitários do Maranhão em relação à pandemia do novo coronavírus no estado.

    Num panorama pessimista e de desesperança, o comunista afirmou acreditar que haverá “ciclo de novo agravamento do coronavírus” entre o fim deste ano e o início de 2021.

    Em algumas regiões do país, por outro lado, pesquisadores já apontam para a possibilidade de “imunidade de rebanho”, que é alcançada quando o vírus não consegue mais continuar a se propagar com força, por não haver pessoas vulneráveis em número suficiente para sustentar a epidemia. “Estamos diante deste cenário, que é o mais provável: tivemos uma diminuição de casos, porém, talvez tenhamos, nos próximos meses, especialmente no limiar do ano de 2021, um ciclo de novo agravamento do coronavírus. Podemos ter”, disse ele.

    Ele afirmou acreditar que o cenário mais devastador ocorrerá por causa da demora da chegada de vacinas à população brasileira.

    Flávio Dino disse que, “ainda que saiam notícias esperançosas, depois que houver a validação das vacinas, há toda uma fase de debate científico, de validação no Brasil, certificação pela Anvisa, para aí, poder haver a fabricação, a comercialização, a circulação, a logística, a distribuição”. Portanto, no seu entendimento, um processo que deve caminhar a passos lentos.

    Mais de 3.300 pessoas já morreram em decorrência da Covid-19 no Maranhão.

    Estado Maior

    sexta-feira, 21 de agosto de 2020

    BOLSONARO FALA ATÉ QUANDO VAI O AUXÍLIO EMERGENCIAL, MAS O VALOR AINDA NÃO ESTÁ DEFINIDO

    “Foi bem-vindo, mas não será eterno” 

    Bolsonaro diz que Auxílio Emergencial 'vai ser até dezembro, só ...
    O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta 6ª feira (21.ago.2020) que o auxílio emergencial para autônomos durante a pandemia de coronavírus será até dezembro. Ele, entretanto, declarou que o valor será menor que os iniciais R$ 600. Novo montante ainda não está definido.

    “Infelizmente ele [auxílio emergencial] não pode ser definitivo, mas vamos continuar com ele mesmo que seja com valores diferentes até que a economia realmente possa pegar em nosso país…vai ser até dezembro, só não sei o valor. São 50 milhões por mês, então enquanto for possível nós manteremos, mas vocês comecem a ter consciência que não pode ser eterno”, afirmou.

    Pesquisa PoderData mostra que o governo do presidente Jair Bolsonaro é aprovado por 55% dos brasileiros que receberam ou aguardam receber o auxílio emergencial. Houve alta de 5 pontos percentuais em relação à última pesquisa, realizada de 3 a 5 de agosto. A taxa segue superior à média geral (52%), ainda que dentro da margem de erro da pesquisa, de 2 pontos percentuais.

    O presidente Jair Bolsonaro disse nesta 4ª feira (19.ago) que o pagamento do auxílio emergencial poderia ser prorrogado até o fim do ano. Deve ficar acima de R$ 200, que o presidente afirmou ser “pouco”.

    O auxílio é pago pelo governo, por meio da Caixa Econômica Federal, para a população mais vulnerável aos efeitos da pandemia de covid-19 na economia. O governo estuda prorrogar o benefício, que tinha duração inicial de 3 meses e foi estendido por mais 2.

    “R$ 600 é muito. Alguém falou da Economia em R$ 200. Eu acho que é pouco, mas dá para chegar num meio-termo e nós buscarmos que ele venha a ser prorrogado por mais alguns meses, talvez até o final do ano”, afirmou Bolsonaro.
    AGRADECE AO CONGRESSO

    Depois de, mais cedo, chamar os congressistas de “sócios no bom sentido” nos objetivos do governo. Nesta 5ª feira (20.ago), a Câmara manteve o veto presidencial à possibilidade de servidores públicos terem reajuste salarial até o fim de 2021. Na véspera, o Senado votou pela rejeição.

    Caso o veto caísse, seria uma grande derrota para o governo, com potencial de trazer custo extra de R$ 120 bilhões, segundo os cálculos da equipe econômica.

    Dessa vez, no interior do Rio Grande do Norte entregando diversas obras e serviços à população local, Bolsonaro afirmou que se o veto fosse derrubado ia “complicar” a economia do país.

    “O Legislativo não é 1 corpo único. Ali tem várias correntes, mas entre essas várias correntes a maioria delas passou a marchar do nosso lado. Esses parlamentares que temos aqui e foram muitos valorosos na manutenção de 1 veto no dia de ontem que poderia, sim, complicar o Brasil na questão econômica. Então os meus agradecimentos a todos os parlamentares do Rio Grande do Norte com esse voto corajoso no dia de ontem.”

    Fonte: Poder 360

    PAI DE FLÁVIO DINO É INTERNADO EM UTI COM DIAGNÓSTICO DE COVID-19

    Atual7

    Sávio Dino, ex-prefeito de João Lisboa, e pai do governador do Maranhão Flávio Dino (PCdoB), foi diagnosticado com a Covid-19.

    Em nota, a Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos informou que o ex-prefeito foi diagnosticado com Covid-19 há algumas semanas.

    Sálvio iniciou tratamento hospitalar na cidade de Imperatriz, e, por decisão médica, foi transferido para o Hospital Carlos Macieira, em São Luís, onde se encontra internado em tratamento, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

    MA10

    Cheque Minha Casa Municipal é proposto por Rubens Jr.


    Nesta sexta-feira (21), dia Nacional da Habitação, o deputado federal licenciado e pré-candidato a prefeito de São Luís pelo PCdoB, Rubens Jr, reforçou a importância do reforço do programa Cheque Minha Casa, realizado pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria das Cidades (Secid), e reiterou que seu plano de governo trará o Cheque Minha Casa Municipal. 

    “O governador Flávio Dino fortalece e amplia o Programa Cheque Minha Casa, que tive a honra de coordenar à frente da Secid, quando entregamos cheques de R$ 5 mil para famílias reformarem suas casas. A primeira etapa injetou R$ 20 milhões na economia”, comentou Rubens. 

    Agora, o governador decidiu ampliar o programa, para beneficiar mais duas mil famílias. Reconhecimento de uma ação que ajuda muito os mais vulneráveis a melhorarem suas condições de moradia. 

    “No Diálogos por São Luís propomos a distribuição de um cheque minha casa municipal para cada novo cheque entregue pelo governador Flávio Dino dentro do programa estadual. É um compromisso que assumo com a população da nossa capital”, anunciou Rubens. 

    Em todas as suas reuniões, Rubens tem ponderado que, para alguns, R$ 5 mil pode parecer pouco, “mas basta dar uma olhada nas moradias de quem já recebeu o incentivo para notar que faz toda a diferença na vida de quem mais precisa”, finalizou.

    quinta-feira, 20 de agosto de 2020

    JAMYS GUALHARDO PARTICIPA DE PLENÁRIA SOBRE PROPOSTAS E PROJETOS PARA SÃO JOSÉ DE RIBAMAR

     No momento que todos os setores da política se articulam a caminho das eleições municipais de 2020, os debates se iniciam, as proposições de solução para os problemas da comunidade vem à tona de forma mais intensa e múltipla. 

    Nesta quarta-feira(19), componentes do grupo político em prol da candidatura de Jota Pinto à Prefeitura de São José de Ribamar, participaram de  mais uma plenária na qual expuseram proposições e projetos sobre o que poderão realizar pela cidade. Todas as propostas se constituem em ações efetivas, isentas de ideias mirabolantes. Isso porque tais propostas possuem como base, sobretudo, a voz dos vários segmentos populares formados por representantes das comunidades do próprio município.

    “Eu particularmente venho me qualificando nos últimos 4 anos , não só no conhecimento técnico ( faculdade de Direito) além de servidor público há mais de 13 anos , mas trabalhando dentro das comunidades da nossa região( Parque Vitória), com uma maturidade bem melhor e com o principal , sempre ao lado da população”, afirmou o jovem Gualhardo aos presentes.

    Encontrar soluções para quem pretende ser representante popular há muito tempo deixou de ser uma aventura baseada na sorte ou no populismo ingênuo. É preciso preparo. 

    “Enquanto pré candidato à vereador, venho me preparando de dois modos. Primeiro, da forma mais raiz possível: a partir das bases comunitárias da qual me origino e de onde comecei atuar, independentemente de pensar em política partidária. No plano profissional, venho me qualificando nos últimos anos, através de uma formação universitária em um curso de Direito, formação esta que além de me ajudar no mundo das leis (Legislativo), concretiza a realização de um antigo sonho”.

    Diante do exposto: Acompanhe as redes sociais da jovem promessa política de São José de Ribamar.

    YGLÉSIO LANÇA "PROJETO PAPI" QUE GARANTE R$ 200 POR FAMÍLIA DE CRIANÇA ENTRE 0 A 5 ANOS

    O deputado estadual Dr. Yglésio (PROS), que também é pré-candidato a prefeito de São Luís, lançou nesta quarta-feira (19), o Programa de Apoio à Primeira Infância, o PAPI. O programa visa garantir até R$ 200 por família de crianças que tenham crianças de 0 a 6 anos. Além da renda, o PAPI também tem atenção para saúde e educação para mães e crianças.

    “Um projeto de minha autoria, voltado para cuidar da primeira infância, que compreende as crianças de 0 a 6 anos. Te convido a conhecer e participar com a gente!”, disse o Dr. Yglésio (PROS) em vídeo divulgado nas redes sociais.

    O lançamento do PAPI aconteceu no último sábado (15), com a presença de mães de diversas regiões de São Luís, além de especialistas na temática da primeira infância e de atenção à mulher. 

    Durante o evento, que seguiu todos os protocolos sanitários, o Dr. Yglésio explicou como será o programa que poderá contemplar “até duas crianças por família, de 0 a 6 anos, que estejam com frequência regular de, no mínimo, 85%, no caso das crianças de 4 a 6 anos, e que tenham acompanhamento nutricional.”, explicou. 

    “Além disso, só poderão receber o auxílio financeiro individual, os beneficiários do Bolsa Família e do Auxílio Emergencial. Beneficiários de outros programas, como o previdenciário, por exemplo, não terão acesso ao auxílio.”, complementou. O recurso repassado deve ser de até R$ 200 por família.

    Poderão ser atendidas pelo programa famílias com renda média de meio salário mínimo (R$ 522,50), ou com renda familiar total de até dois salários mínimos (R$ 2.090,00), também estarão aptas a participarem do Programa de Apoio à Primeira Infância, o PAPI.

    Yglésio começa a realizar o “Papi Comunidades” para aperfeiçoar o projeto ouvindo as famílias. “Agora temos que ouvir as pessoas que mais importam nessa discussão, que são os possíveis beneficiários. Levaremos este projeto a diversas comunidades de São Luís nas próximas semanas, para seguir ouvindo e aprimorando o projeto com moradores de todas as regiões da cidade!”, enfatizou. O primeiro “Papi Comunidades” deve acontecer neste próximo final de semana.

    Um anteprojeto de lei já foi protocolado na Assembleia Legislativa do Maranhão para ser enviado à Prefeitura de São Luís.

    JUSTIFICATIVA DE FLÁVIO DINO PARA CABINES ÍNTIMAS NA PENITENCIÁRIA: ERA MELHOR TER FICADO CALADO!


    Nesta quinta-feira (20), o governador do Maranhão, Flávio Dino, utilizou as redes sociais para justificar a iniciativa da sua gestão de construir “cabines íntimas” em presídios no Maranhão. Dino deve investir quase R$ 1,7 milhão.

    O assunto ganhou repercussão também na imprensa nacional.

    Para justificar a iniciativa, o comunista diz que os críticos de sua iniciativa estariam com saudades de rebeliões e que os recursos só podem ser aplicados nas penitenciárias.


    inicialmente é preciso saber se por conta da pandemia, já que vivemo um momento de exceção, esses recursos não poderiam ser utilizados em outros segmentos???

    Além disso, deveria ser prioritário terminar com a superlotação que ainda existem nos presídios, ou seja, deveria ser prioridade a construção de novas celas e presídios, não de cabines íntimas.

    Mas como o Blog Jorge Aragão deixou claro, essa é uma decisão de governo e, pelo visto, no Governo Flávio Dino existe uma prioridade invertida.

    Por Jorge Aragão

    Rubens vai ao TRE pedir uma eleição sem fake news


    Em visita de cortesia à sede do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, na tarde desta quarta-feira (19), o pré-candidato a prefeito de São Luís, Rubens Jr (PCdoB) e membros da equipe jurídica de sua pré-campanha, se reuniram com o presidente da Casa, o desembargador Tyrone José Silva. 

    Na ocasião, Rubens ressaltou sua confiança no trabalho do TRE Maranhão, bem como seu compromisso com o correto transcorrer do processo eleitoral. “Estamos atravessando uma situação sem precedentes, mas tenho convicção na condução do TRE no pleito deste ano, tenho também confiança no bom-senso dos demais candidatos em suas reuniões durante as pré-campanha”, afirmou. 

    Rubens, que é deputado federal licenciado, também falou sobre o importante trabalho do Tribunal no combate às fakes news, que gera a desinformação. “A utilização de mecanismos para disseminar informações falsas deve ser fortemente combatido. Temos certeza que o TRE estará vigilante para coibir esta prática, cada vez mais comum, infelizmente”.

    O presidente do TRE destacou a preocupação do órgão com as medidas protocolares e informou que algumas iniciativas foram adotadas para tentar amenizar os riscos aos eleitores, como a suspensão da biometria, extensão do horário de votação e desinfecção constante dos setores de votação. Por fim, agradeceu a visita de Rubens, desejando sorte no pleito. 

    A reunião contou ainda com a presença do vice-presidente do PCdoB Maranhão, Egberto Magno; do coordenador jurídico da pré-campanha, Vanderley Ramos; e dos advogados Marcos Caminha, Alteredo Neris e Antônio Gonçalves.