sábado, 27 de fevereiro de 2021

AO VIVO - ASSISTA HOJE AO LANÇAMENTO DO SATÉLITE BRASILEIRO AMAZÔNIA 1

Devido ao grande interesse e a pedido dos internautas, a programação das atividades do Lançamento do Satélite Amazonia 1 foi antecipada para às 22h50 de hoje (dia 27).

Figura 1 – Amazonia montado no MSA, juntamente com as cargas secundárias.

A cobertura do lançamento será transmitida ao vivo a partir do canal do INPE no Youtube: https://www.youtube.com/inpemct/, e pelo Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), através do canal:

Missão Amazonia


A Missão Amazonia irá fornecer dados (imagens) de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento especialmente na região amazônica e, também, a diversificada agricultura em todo o território nacional com uma alta taxa de revisita, buscando atuar em sinergia com os programas ambientais existentes.

O Satélite e Suas Funções


Figura 2 – Amazonia 1 sendo integrado ao PSLV


O Amazonia 1 é o primeiro satélite de Observação da Terra completamente projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil.

Amazonia 1 é um satélite de órbita Sol síncrona (polar) que irá gerar imagens do planeta a cada 5 dias. Para isso, possui um imageador óptico de visada larga (câmera com 3 bandas de frequęncias no espectro visível – VIS – e 1 banda próxima do infravermelho – Near Infrared ou NIR) capaz de observar uma faixa de aproximadamente 850 km com 60 metros de resoluçăo.

Sua órbita foi projetada para proporcionar uma alta taxa de revisita (5 dias), tendo, com isso, capacidade de disponibilizar uma significativa quantidade de dados de um mesmo ponto do planeta. Esta característica é extremamente valiosa em aplicaçőes como alerta de desmatamento na Amazônia, pois aumenta a probabilidade de captura de imagens úteis diante da cobertura de nuvens na regiăo.
 

Os satélites da série Amazonia serăo formados por dois módulos independentes: um Módulo de Serviço, que é a Plataforma Multimissăo (PMM), e um Módulo de Carga Útil, que abriga câmeras imageadoras e equipamentos de gravaçăo e transmissăo de dados de imagens.

A figura abaixo ilustra o satélite Amazonia 1 com seus dois módulos acoplados: Plataforma Multimissăo (Módulo de Serviço, inferior) e o Módulo de Carga Útil (parte superior do satélite). Os painéis de fechamento estăo separados para ilustrar a disposiçăo interna dos equipamentos e subsistemas. O painel solar é mostrado em sua posiçăo recolhida (configuraçăo da fase de lançamento).

Ganhos Tecnológicos Para o País

  • A validação da Plataforma Multimissão (PMM) como sistema, gerando confiabilidade e reduções significativas de prazos e custos para o desenvolvimento de futuras missões de satélites baseados na Plataforma Multimissão;
  • Consolidação do conhecimento do Brasil no ciclo completo de desenvolvimento de satélites estabilizados em 3 eixos;
  • Desenvolvimento da indústria nacional dos mecanismos de abertura de painéis solares;
  • Desenvolvimento da propulsão do subsistema de controle de atitude e órbita na indústria nacional, embora utilizando partes adquiridas no exterior;
  • Consolidação de conhecimentos na campanha de lançamento de satélites de maior complexidade.

Fonte: INPE

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

ARRECADAÇÃO DE IMPOSTOS DO GOVERNO DINO CRESCE MESMO EM MEIO À PANDEMIA

Um estudo inédito encomendado pelo Sindicato dos Servidores da Fiscalização Agropecuária – SINFA- junto ao DIEESE, apontou que o Maranhão teve aumento expressivo na arrecadação com o ITCD e o IPVA em 2020. Mesmo com a crise sanitária, econômica e política, o ICMS, principal imposto do estado, não registrou queda quando comparado o período de 2020 a 2019. No levantamento a Receita Corrente Líquida (RCL) registrou crescimento real 6,83%, na comparação com o mesmo período do ano anterior.


O ITCD é o Imposto sobre a Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos e o IPVA, mais famoso, é o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

No caso do ITCD, o Maranhão arrecadou R$18.541.828,00 no terceiro quadrimestre de 2019, mas no último de 2020 teve uma arrecadação de R$22.517.867,00. O valor do ano passado representa um aumento de 21,44%.

Já no IPVA, no último quadrimestre de 2019 foi arrecadado R$424.533.841,00 e passou a arrecadar R$463.295.748,00 em 2020. O aumento foi de 9,13%.

O ICMS que é o principal imposto estadual, o qual é aplicado sobre o preço final dos combustíveis, alimentos, energia elétrica, serviços telefônicos e outros, também teve crescimento. Passou de R$7.831.039.575,00 para R$8.143.958.001,00, representando um crescimento de 3,99%.

O relatório ainda aponta que os gastos com o “Pessoal Inativo e Pensionista” e com “Pessoal Ativo” mostraram tendência de queda, quando descontada a inflação, o gasto chegou a R$7.814.508.464,00. . Por outro lado, todas as despesas que estão incluídas nas “Despesas Não Computados” cresceram, estas chegaram ao valor de R$1.693.042.181,00.

Quanto as despesas, o Maranhão aumentou os gastos com urbanismo, promoção da indústria, comércio e serviços, saneamento, educação entre outros. Já a redução de gastos ocorreu nos setores gestão ambiental, encargos especiais, administração, segurança pública entre outros.

Por Gilberto Léda

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

294 IDOSOS QUE PRECISAM DA 2ª DOSE NÃO COMPARECEM AO DRIVE THRU NA UFMA

A manhã desta quinta-feira (25) foi de grande movimentação nos postos de vacinação da Universidade Federal do Maranhão (campus do Bacanga) e no Multicenter Sebrae, no bairro do Cohafuma, em São Luís. O movimento se justifica tanto pela retomada das aplicações do imunizantes quanto pela segunda dose que deveria ser tomada por quem já foi vacinado com o coronavac.


Um dos maiores problemas foi o retorno, fora da hora, de quem já deveria ter tomado a segunda dose, mas perdeu o prazo. No campus da UFMA no Bacanga, por exemplo, eram esperados na quarta-feira (24), 300 pessoas, porém destas, apenas seis apareceram, o que gerou uma sobrecarga nesta quinta.

Somados com as pessoas dos novos grupos prioritários chamados para essa etapa, os retardatários provocaram longas filas na área e aglomeração no Multicenter Sebrae. Para esta quinta, além dos da segunda dose de Coronavac (intervalo de duas semanas), deveriam ser imunizados com Astrazeneca, recebida nesta quarta, pessoas com 83 anos.

A lentidão no atendimento provocou reações em muitos idosos e seus acompanhantes, que cobravam maior agilidade por parte dos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, que apenas cumpriam os protocolos da aplicação do imunizante.

A expectativa da Prefeitura é para que as pessoas imunizadas com a primeira dose atentem para o prazo da segunda, pois se esta não for tomada, a vacina não fará efeito. Já o retardo causará confusão no atendimento.

Por Aquiles Emir

UFMA E SECTI/MA FIRMAM PARCERIA PARA CONSTRUÇÃO DE NANOSSATÉLITE PARA AGRICULTURA 4.0


São Luís – A Universidade Federal do Maranhão (UFMA), por meio da Agência de Inovação, Empreendedorismo, Pesquisa, Pós-graduação e Internacionalização (Ageufma), firmou parceria com a Secretaria de Ciência e Tecnologia do Maranhão (SECTI/MA), na última sexta-feira, 19, para construção de um nanossatélite a ser desenvolvido por pesquisadores do Curso de Engenharia Aeroespacial da Instituição. 

proposta pretende atender demandas da agricultura de precisão, além de servir para o desenvolvimento de pesquisas na área de engenharia aeroespacial.

Esse projeto será coordenado, na UFMA, pelos Profs. Drs. do Curso de Engenharia Aeroespacial, Carlos Alberto Rios Brito Júnior e Luis Claúdio de Oliveira Silva, que já coordenam a construção do primeiro nanossatélite desenvolvido pela UFMA, o Aldebaran I.

Para o Secretário de Ciência e Tecnologia do Estado do Maranhão, Davi Telles, a ideia da parceria institucional é “Criar bases no Estado com capacidade técnica e científica para desenvolver um Parque Tecnológico Aeroespacial no Maranhão”, destacou.

O Secretário esclarece, ainda, que esse projeto atende a uma demanda do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTIC). “Nós resolvemos atender a essa meta através de uma parceria com a UFMA, que é quem tem a expertise no Estado. Nós estamos nos colocando como parceiros e participes desse projeto na medida que a UFMA vai ser a real executora dele, já que ela detém esse conhecimento”, ressaltou o secretário.

A UFMA, representada pelo pró-reitor Fernando Carvalho, da Pró-reitoria Ageufma, apresentou, na ocasião, juntamente com os professores coordenadores da proposta, um Projeto de Viabilidade Técnica (PVT) para a construção do referido nanossatélite.

O pró-reitor destacou o importante papel desenvolvido pelos pesquisadores de Engenharia Aeroespacial, além da parceria com a SECTI/MA, FINEP e o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). “Com essas parcerias, a Universidade tem caminhado em passos largos para a consolidação de uma cultura de inovação científica e tecnológica, assim como para a formação de recursos humanos qualificados para atender as demandas de profissionais para o Centro Espacial de Alcântara – CEA”, finalizou o Pró-reitor.

Os nanossatélites na tendência “New Space”

Em entrevista para a Ageufma, o Prof. Dr. Luís Cláudio acrescenta, ainda, que o lançamento de nanossatélites faz parte de uma tendência internacional denominada New Space. Destaca, também, que essa tendência de ordem internacional, envolve o desenvolvimento de diversos equipamentos, processos e serviços para a exploração espacial. “O nanossatélite em questão faz parte de uma categoria de satélites que configura a prática do New Space, entretanto, essa tendência está relacionada a todos os serviços que são possíveis usando como meio os nanossatélites e satélites já existentes”, afirmou.

As principais características do New Space, segundo o professor, configuram os mais variados serviços desenvolvidos por pequenas e grandes empresas, organizações governamentais e educacionais, pois antes, esse tipo de exploração espacial, era exclusivamente comandado por multinacionais. “Grandes agências espaciais de ordem internacional comandavam esses programas espaciais. Hoje, elas continuam focadas na exploração espacial, mas, na parte comercial, quem estão focadas são as outras organizações. Além disso, o nanossatelite é mais democrático, sua construção permite utilizar componentes de baixo custo, se comparado com satélites maiores”, finalizou o professor.

Aplicação de Nanossatélites na Agricultura 4.0

A proposta apresentada na reunião pretende desenvolver um nanossatélite para a Agricultura 4.0, que configura o uso de TI (Tecnologia da Informação) dentro da atividade realizada pelo produtor rural e pela indústria do agronegócio. Com isso, será possível uma conexão em tempo real dos dados coletados pelas diversas tecnologias digitais, em sincronização com o nanossatélite, na busca de otimização da produção agrícola.

Com a agricultura 4.0 e a utilização do nanossatélite, o produtor rural poderá obte  aumento da produtividade e da produção; monitoramento das operações agrícolas; identificação de pragas e doenças; diminuição de desperdício e redução de custos; análise da meteorologia e outras informações atmosféricas, além da sustentabilidade e diminuição de impactos no meio ambiente.

Por Lucio Silva/Ageufma

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

IDOSA E 80 CÃES QUE VIVEM EM SUA CASA RECEBEM CUIDADOS DA UVZ E OUTROS ÓRGÃOS EM AÇÃO CIVIL PÚBLICA


Na manhã de hoje (23/02) ocorreu a ação conjunta para atenção e cuidados da Sra. Camélia através de uma ação civil pública proposta pela 1ª Promotoria de Defesa da Pessoa Idosa, para resguardar a idosa, acumuladora de cães, que reside no bairro COHASERMA para o reconhecimento do ambiente e retirada parcial dos cães que se dará de 20 em 20 dias.


Primeiramente à SEMUS realizou o atendimento e apoio à idosa. Os demais órgãos e entidades auxiliaram na identificação e retirada desses animais.

Participaram da ação também as Promotorias Meio Ambiente e de Defesa da Pessoa Idosa, SAMU, Polícia Militar do Maranhão, Conselho de Medicina Veterinária do Maranhão, Unidade de Vigilância em Zoonoses, SEMCAS, OAB-MA.

Na residência haviam 80 cães em situação degradante por conta do acúmulo, nessa primeira fase foram recolhidos ao todo quinze animais, após serem levados a Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ), vinculada diretamente à Secretaria Municipal de Saúde, um deles foi diagnosticado com leishmaniose visceral canina.


Depois que esses animais passarem por cuidados veterinários que devem durar de 10 a 20 dias, eles devem ser entregues para adoção, a UVZ vai receber entre 10 a 15 animais por vez até que todos sejam atendidos.


A ação visou atender a comunidade que percebeu a nítida situação do acúmulo desses animais, bem como dar a apoio interdisciplinar a idosa.

Abaixo, vídeos da situação na casa da idosa:





segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

AUXÍLIO EMERGENCIAL PODE SER DE ATÉ QUATRO PARCELAS DE R$ 250

Pelo desenho da equipe econômica, o novo auxílio emergencial será de até quatro parcelas de R$ 200. O governo, no entanto, já prevê pressão no Congresso para elevar o valor, que poderia chegar até quatro parcelas de R$ 250 para 40 milhões de brasileiros.


Se o valor do auxílio ficar em R$ 200 por quatro meses o custo total será de R$ 32 bilhões e se for a R$ 250 o custo será de R$ 40 bi. O valor será bancado com recursos do Bolsa Família, parte do contingente dos 40 milhões está inscrita no programa, e da possibilidade de endividamento de mais R$ 30 bilhões, abertos pelo texto da PEC Fiscal que tramita no Congresso.

A votação da PEC está prevista para esta quinta (25) no Senado e depois segue para a Câmara dos Deputados. O novo auxílio deve ser criado via medida provisória após a promulgação da PEC, que além de abrir espaço fiscal, permitindo que gastos em caso de calamidade possam ficar fora do teto, prevê medidas para não aumentar muito o endividamento do País, como congelamento de salários de servidores e a não obrigação do reajuste do salário mínimo.

R7

domingo, 21 de fevereiro de 2021

PARA GERIR A PASTA DE COMUNICAÇÃO, É PRECISO BOA RELAÇÃO COM COMUNICADORES, DIZ MARCO D'EÇA

Há pouco mais de 40 dias na chefia da Comunicação da Câmara Municipal de São Luís, o jornalista Marco Aurélio D’Eça já se destaca entre os colegas gestores por conseguir dar visibilidade midiática às ações da gestão do vereador Osmar Filho e de toda a Casa. Com quase 30 anos de experiência no jornalismo maranhense, Marco D’Eça fala da carreira, das relações políticas, da imprensa maranhense e arrisca opinar sobre as eleições 2022, nesta entrevista:

Jornal Pequeno – Com pouco mais de 40 dias à frente da Comunicação da Câmara, a gente já começa a ver a notícia dos vereadores girar com maior facilidade, a Câmara está mais presidente na mídia. Como ocorre?

Marco Aurélio D’Eça – Eu tive a sorte de chegar ao comando da comunicação da Câmara Municipal no momento em que aquele Poder está se renovando, sob a batuta do vereador Osmar Filho (PDT). A Casa tem hoje maior participação no poder municipal, é de lá que saem as mais importantes ações que repercutem na mídia. A Câmara vem se renovando há dois anos, já tem o ISSO 9001, chamou concursados, implantou a Gestão de Qualidade e deu nova cara aos trabalhos de plenário. Com toda essa gama de coisas, há sempre material para trabalhar na mídia.

JP – Há chefes de comunicação de instituições com orçamento bem maior que o seu e que não conseguem fazer a notícia girar na mídia como a Câmara tem feito neste início de ano.

D’Eça – Eu entendo que um bom gestor de comunicação tem que ter passado pela base profissional. Eu tive a honra de ser repórter e editor de jornal, atuei em rádio e na TV. Criei uma relação muito boa com todos os profissionais da minha área, mesmo aqueles com os quais não tinha relação próxima.
Não se consegue fazer comunicação se a gente não tiver relação com jornalistas. Não basta ser poderoso, ter relação com empresários, ser dono de empresa de mídia, ter relações nacionais ou ser influente culturalmente. Sem a base, não se anda. A realidade da comunicação no Maranhão, hoje, impõe que se tenha relação não apenas com os grandes jornais, mas também com o blogueiro pequeno, lá do interior.
Não basta falar em rádio tradicional; precisa também lidar com os podcasts, os digitais influencers. Essa é a realidade da mídia hoje. É isso que faz a notícia do seu assessorado chegar com ais facilidade na ponta. Ignorar esta realidade é se perder como gestor de comunicação. Eu tenho orgulho de ter essa relação com a base profissional, com os meus colegas jornalistas, de todos os meios. Talvez isso ajuda na divulgação das nossas ações na Câmara.

JP – Você passou anos no grupo Sarney, como editor do jornal O Estado do Maranhão; agora tem ligações públicas com o senador Weverton Rocha. Como se deu esta mudança?

D’Eça – Não houve mudança alguma. Eu trabalhei quase 25 anos no jornal O Estado do Maranhão e hoje mantenho a mesma relação com meus antigos colegas e com os proprietários da Casa. Sou amigo, admirador e eleitor de Roseana Sarney.
Com Weverton Rocha a relação também é de amizade, muito antes de ele ter mandato político. Foi meu deputado federal em 2010 e 2014. E um dos meus senadores em 2018. Sou um jornalista político, e como tal, exerço a política 24 horas por dia.
Meu cargo na Câmara, hoje, por exemplo, é um cargo político, não há dúvida. E não ficarei triste se puder contemplar uma chapa que tenha, em 2022, não apenas Weverton Rocha, mas também Roseana Sarney. Já imaginou esta possibilidade?

JP – Há ruídos na sua presença como diretor de comunicação da Câmara?

D’Eça – Nenhum! Nem com os vereadores, muito menos com a imprensa. Na atual bancada tenho irmãos como Batista Matos e Marcial Lima, meus colegas de profissão. Tenho amigos como Beto Castro, Doutor Gutemberg, Astro de Ogum, Chico Carvalho, Umbelino Júnior. Entre os novos, conheço o Otavio Soeiro desde a infância.
Aliás, o pai dele, Albino, me deu a primeira oportunidade no rádio esportivo, em 1995, na Rádio Timbira. Na imprensa a mesma coisa: me relaciono com os medalhões e com os novos talentos. Quando cheguei na Diretoria de Comunicação, deixei claro à equipe: a comunicação é de todos os vereadores. Vamos trabalhar por todos. E assim a gente vai fazendo a notícia girar.

Fonte: Jornal Pequeno

sábado, 20 de fevereiro de 2021

EM MENOS DE 2 MESES, BRAIDE SE TORNA EXEMPLO DE UM BOM GESTOR, MESMO EM MEIO À PANDEMIA

É impressionante, mas não precisou nem dois meses de gestão, para o atual prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), se destacar com um olhar diferenciado para quem mais precisa durante essa pandemia da Covid-19.


Além do reforço de leitos públicos municipais para os pacientes contaminados com o novo coronavírus, Braide tem demonstrado uma sensibilidade extrema com alguns segmentos que seguem sofrendo economicamente por conta das medidas restritivas.

Somente nas últimas horas, Braide deu dois grandes exemplos de como deve agir um gestor comprometido realmente com a população.

Na noite de sexta-feira (19), Braide lançou o Auxílio Municipal Emergencial – Carnaval de São Luís, destinado aos artistas e agremiações culturais, em decorrência da suspensão dos eventos carnavalescos em 2021.

“O carnaval é um dos eventos mais importantes que temos em São Luís e que proporciona inúmeras oportunidades de trabalho e geração de renda. Por isso, o nosso objetivo com o auxílio emergencial é garantir uma fonte alternativa de renda aos artistas e agremiações culturais que atuam em nosso carnaval. Com recursos próprios vamos minimizar os impactos econômicos por conta da suspensão dos eventos carnavalescos de 2021”, assinalou o prefeito.

O Auxílio Municipal Emergencial – Carnaval de São Luís será pago em parcela única e terá valor mínimo de R$ 1.000,00 (mil reais) e máximo de R$ 10.000,00 (dez mil reais). Os recursos para o auxílio são próprios da Prefeitura e somam o total de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais).


Cestas Básicas – Já no sábado (20) pela manhã, o prefeito de São Luís seguiu demonstrando sua sensibilidade com os que mais necessitam. No início da semana, Braide anunciou a doação de 800 cestas básicas para os trabalhadores informais que não puderam trabalhar durante o período do Carnaval, por conta da pandemia da Covid-19.

As cestas básicas foram viabilizadas através da parceria público/privado, já que as empresas Roque Aço e Cimento, Fribal, Potiguar Home Center e Centro Elétrico, resolveram abraçar a iniciativa e colaborar com a Prefeitura de São Luís para ajudar quem está mais precisando nesse momento.

As 800 cestas básicas foram entregues durante a manhã deste sábado, no Parque do Bom Menino. Braide fez questão de participar pessoalmente da entrega e destacar que os trabalhadores informais beneficiados, foram mapeados pelo Sindicato do Comércio de Vendedores Ambulantes de São Luís.


“Pessoal, hoje foi dia de ajudar quem tanto precisa nesse momento de pandemia: os trabalhadores informais afetados pela não realização do Carnaval nesse ano de 2021. Entregamos 800 cestas básicas a trabalhadores informais mapeados pelo Sindicato do Comércio de Vendedores Ambulantes de São Luís. Agradeço às empresas parceiras: Roque Aço e Cimento, Fribal, Potiguar Home Center e Centro Elétrico, que atenderam à nossa iniciativa por meio da Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico e Social (AMDES)”, destacou o prefeito da capital maranhense.

Além de viabilizar uma parceria por demais interessante com empresas privadas de São Luís, Braide conseguiu amenizar um pouco o sofrimento de algumas famílias, principalmente nesse momento ainda de muita dificuldade.

E é exatamente desta forma que, com menos de dois meses no cargo, Braide vai se destacando, demonstrando sua sensibilidade e humanidade para com a população de São Luís.

O exemplo de Braide bem que poderia ser seguido pelo governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), mas o comunista vai demonstrando, dia após dia, que a sua prioridade, infelizmente, é outra, lhe faltando sensibilidade e humanidade.

SOLICITAÇÃO DE OSMAR FILHO PARA VILA EMBRATEL É ATENDIDA PELA SEMOSP

Uma equipe da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) esteve nesta segunda-feira (15) na Vila Embratel, na região do Itaqui-Bacanga, para avaliar ruas, travessas e avenidas que necessitam de reparos urgentes. A visita é uma resposta do prefeito Eduardo Braide (Podemos) a uma solicitação do presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Osmar Filho (PDT), atendendo reivindicação dos moradores e comerciantes do bairro.

Entre as vias do bairro avaliadas estão as ruas da Felicidade, João Figueiredo, 06 de Abril, Rua 08 e Rua 06, entre outras. A visita foi acompanhada pelo chefe de gabinete do vereador pedetista, Ernandes Gomes e pelo jornalista e líder comunitário Mauro Garcia. "A área Itaqui Bacanga merece uma resposta dos poderes Legislativo e Executivo e, na comunidade da Vila Embratel não poderia ser diferente" afirmou Ernandes.

"Eu agradeço muito o vereador Osmar Filho, o prefeito Eduardo Braide pela sensibilidade de atender nosso pedido. Tenho um cadeirante aqui na 2° Travessa Rua João Figueiredo e a recuperação das ruas vai melhorar muito a vida dele e a de todos nós", disse Iracema Souza, moradora da 2° Travessa da Rua João Figueiredo e uma das pessoas que participou de uma reunião com o presidente no Botequim do Fuzuê, na noite de 08 de setembro de 2020.  

Além de “Didi “, comerciante com forte atuação no bairro, outro que se diz satisfeito com as intervenções que serão feitas é o radialista Nonato Costa, o "Capelobo do Brega". "É um sonho que se tornará realidade”, falou. Esta é mais uma conquista do vereador para a comunidade. Há anos o pedetista luta em favor do bairro e de seus moradores.

 Vias que serão recuperadas 

Ruas Embratel, Rua 02, Rua 07, Rua da João Castelo e Rua da União, além das travessas e avenidas da Vila Embratel. Travessa da Rua da Felicidade, 1° Travessa Rua João Figueiredo, 2° e 3° Travessa da Rua João Figueiredo, 1° Travessa da Rua 06 de Abril, Extensão da 2° Travessa João Figueiredo. Rua da Felicidade, Rua João Figueiredo, Rua da Conceição, Rua 06, Rua 06 de Abril, Rua 08, Rua 05, Rua 03 e Rua Copacabana, no bairro do Resende.


sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

PIADA? DINO NÃO RESOLVE O PROBLEMA DAS RODOVIAS ESTADUAIS E QUER "AJUDAR" O GOVERNO FEDERAL A RECUPERAR AS FEDERAIS


Seria cômico, se não fosse trágico, mas o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), deu mais um grande exemplo de toda sua incoerência e “cara de pau”, ao comentar sobre as estradas que cortam o estado maranhense.

Durante esta semana, o Blog Jorge Aragão trouxe a público a situação trágica de duas estradas estaduais do Maranhão. O primeiro vídeo exibido foi sobre o eterno problema da MA-323, entre Paulo Ramos e Marajá do Sena. Veja abaixo.

O segundo vídeo, e mais recente, foi a situação da MA 112, entre São Roberto e Esperantinópolis, onde a rodovia estadual cortou ao meio e por muito pouco não ocasionou uma tragédia, inclusive com vítimas fatais. Veja abaixo.

No entanto, mesmo com essas e muitas outras situações complicadas de rodovias estaduais, pasmem, o governador maranhense, mais uma vez, se coloca à disposição do Governo Bolsonaro para recuperar as estradas federais que cortam o Maranhão.

A declaração foi dada após a população interditar um trecho da BR-222, que realmente está em petição de miséria, nesta sexta-feira (19).



O curioso é que quando os problemas acontecem na estradas estaduais, Flávio Dino adota um silêncio sepulcral e covarde.

E assim segue o comunista, querendo ajudar a resolver os problemas do Governo Federal, sem mesmo resolver os inúmeros problemas da sua gestão estadual.

Por Jorge Aragão

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

MÉDICOS DE CAXIAS-MA ORGANIZAM MANIFESTAÇÃO DE PARALISAÇÃO POR FALTA DE PAGAMENTO DA PREFEITURA

Médicos que atuam na atenção primária da rede municipal de saúde local em Caxias-MA, reclamam que estão sem receber salários desde novembro de 2020. Em dezembro de 2020, os médicos divulgaram uma nota em repúdio ao descaso com os profissionais de saúde em Caxias, e desde então, nada foi resolvido.


Uma manifestação de paralisação está sendo organizada para o dia 22 de fevereiro, às 9:00 horas da manhã, caso o problema dessa vez não seja sanado.

O movimento ganha força nas redes sociais, visto que é inadmissível qualquer profissional trabalhar sem receber, e nesse caso, os profissionais são médicos, muitos provavelmente da linha de frente no combate à Covid-19.

Em tempo: Cadê o prefeito de Caxias? E o vice-prefeito que só vive nas redes sociais posando de bom moço, mas não resolve o pagamento dos médicos? Os profissionais da saúde querem uma solução, pois em plena pandemia, passar por tal situação é desonroso, injusto e vergonhoso!

Com a palavra, o prefeito Fábio Gentil e o vice-prefeito Paulo Marinho Júnior.

Do blog Ilha Rebelde

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

INFECÇÃO COM VARIANTE DO CORONAVÍRUS PARECE TER FASE AGUDA MAIS LONGA

As novas variantes do coronavírus Sars-CoV-2 parecem ser mais transmissíveis porque a fase aguda da doença em quem se contamina com essas cepas dura mais. Desse modo, ao ficar mais tempo infecciosa, a pessoa também passa mais dias transmitindo o vírus. É o que indica o primeiro estudo que analisou um grupo de pacientes infectados com a variante B.1.1.7, que surgiu no Reino Unido.


O trabalho, liderado por pesquisadores da Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard, tinha como objetivo avaliar se as pessoas contaminadas com a variante apresentariam uma concentração maior do vírus no nariz e na faringe, o que poderia ser uma explicação para ela ser mais transmissível. Para checar, eles fizeram teste de PCR (genético) em 65 indivíduos com o Sars-CoV-2. Apenas 7 tinham a variante B.1.1.7.

A principal diferença observada entre eles foi o tempo de infecção. Enquanto os pacientes com a variante tiveram, em média, um período total de infecção de 13,3 dias (sendo 5,3 de proliferação e 8 da fase de liberação do vírus), nos pacientes com a versão sem a mutação, a infecção total durou, em média, 8,2 dias (2 de proliferação e 6,2 de liberação). Já o pico de concentração viral nas amostras foi semelhante nos dois casos.

Os autores ponderam que o trabalho contou com uma amostra pequena de contaminados com a variante – e ainda não foi publicado em revista com revisão de pares (foi divulgado em modelo pré-print) -, mas alertam que as evidências podem apontar para a necessidade de um cuidado maior de quarentena com os infectados com essa e outras cepas que estão surgindo.

“Estes dados oferecem evidências de que esta duração estendida pode contribuir para o aumento da transmissibilidade do Sars-CoV-2 B.1.1.7”, escrevem. Se forem comprovados por dados adicionais, dizem, “um período de isolamento mais longo do que o atualmente recomendado, de 10 dias após o início dos sintomas, pode ser necessário para interromper com eficácia as infecções secundárias por esta variante”.

Os autores também recomendam que mais investigações genéticas sejam feitas para identificar a circulação das variantes e que o mesmo tipo de estudo seja feito com as variantes B.1.351 (que surgiu na África do Sul) e P.1. (que teve origem no Amazonas). Como todas têm mutações semelhantes, a expectativa é que o impacto na transmissibilidade seja parecido.

Por Agência Estadão

terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

FLÁVIO DINO VAI TER QUE EXPLICAR DESTINO DE RECURSOS PÚBLICOS ENVIADOS PELO GOVERNO FEDERAL AO MARANHÃO

O deputado estadual Wellington do Curso oficiou o governador Flávio Dino para que explicasse o destino de recursos públicos enviados pelo Governo Federal ao Maranhão durante o ano de 2020. Os recursos foram destinados no valor de R$ 1.582.012.896,27 por meio da Lei Complementar 173/2020, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus. Além disso, o Maranhão também recebeu R$1.326.475.869,30 pelo Fundo Nacional de Saúde.


O ofício, de autoria do deputado Wellington, também já foi formalizado na Assembleia Legislativa por meio de requerimento e, caso não seja respondido, o parlamentar afirmou ingressar na justiça para ter acesso à informação.

“Apresentei na Assembleia Legislativa importante requerimento para que Flávio Dino explique o destino dos recursos públicos enviados pelo Governo Federal em 2020 ao Maranhão. Formalizei também a solicitação por meio de ofício. O governador do Maranhão precisa aprender que a publicidade é princípio básico na Administração Pública. Não da pra ficar recebendo recursos, gastando e sequer dando explicação a população. Oficiei, também, órgãos de fiscalização e controle para que fiquem atentos, sendo eles a Polícia Federal e o Ministério Público”, disse o deputado Wellington.

OEstado

SESSÃO SOLENE DÁ INÍCIO AOS TRABALHOS DA CÂMARA MUNICIPAL DE TURIAÇU

Aconteceu na tarde desta segunda-feira(15), a sessão solene de abertura dos trabalhos da Câmara Municipal de Turiaçu.


Na oportunidade, o presidente Adonilson Rabelo, discursou emocionado: “Hoje damos início aos trabalhos da legislatura 2021-2024, em nome da minha mãe , dos funcionários desta casa , dos amigos e amigas, quero começar agradecendo primeiramente a Deus , que na sua infinita bondade nos abençoou com a vitória”.

Ainda no discurso do presidente, ele foi às lágrimas ao lembrar do seu genitor, Adalto Rabelo , falecido um pouco depois de ter tomado posse no começo do ano.

Lembrou que todos foram eleitos com o compromisso de atender as expectativas dos cidadãos turienses, independente de lado político, “o povo espera uma atuação honesta e cristalina, espera que cumpramos nosso dever , de legislar e fiscalizar o nosso município, obedecendo a nossa constituição e a lei orgânica”.


A sessão contou com a participação de todos os vereadores, alguns discursaram em apoio ao prefeito, por todas as ações que tomou nestes primeiros dias de mandato. Houve também a votação das comissões como determina o Regimento Interno da casa , mas isso é assunto pra outro post.

A câmara voltará a se reunir na próxima semana, com sessões que serão acompanhadas por nossa equipe e levará a você leitor os destaques da casa.

segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021

BATISTA MATOS É ANUNCIADO VICE-LÍDER DO GOVERNO EDUARDO BRAIDE NA CÂMARA DE SÃO LUIS

O vereador João Batista Matos (Patriota) foi anunciado vice-líder do governo municipal na Câmara de São Luís, durante a sessão ordinária da segunda-feira, 15. Como primeiro ato da sua vice-liderança, o parlamentar anunciou que a Unidade de Saúde Carlos Macieira e o Hospital da Mulher, foi entregue, hoje, pelo prefeito Eduardo Braide à população e passaram a funcionar, especificamente, para atendimento a pacientes diagnosticados com Covid-19.

“Me sinto feliz e honrado pela confiança que o prefeito Eduardo Braide e o secretariado municipal depositaram em mim. Costumo dizer, que a principal virtude de um vereador é saber ouvir e, nesta função de vice-líder do governo na Câmara, irei ouvir as demandas dos meus colegas vereadores e, depois, vou encaminhá-las ao governo municipal. Assim como, também ouvirei as demandas do Executivo e as trarei para esta Casa. Neste sentido, irei trabalhar em parceria com o vereador Marcial Lima, que é o líder do governo na Câmara”, assinalou Batista Matos.

Anúncio

O anúncio do nome de Batista Matos como vice-líder do governo municipal na Câmara, foi feito pelo vereador Francisco Carvalho (PSL), que participava da sessão ordinária pela plataforma digital online. Durante o discurso, o parlamentar explicou que o vereador Batista Matos integra o mesmo bloco político dele, na Câmara, o ‘Todos por São Luís’, e que os demais colegas membros, estão muito satisfeitos com a decisão do prefeito Eduardo Braide.

“O prefeito Eduardo Braide, contemplou o nosso bloco político, ao convidar o vereador Batista Matos para ser vice-líder do governo na Câmara de São Luís. Nós fazemos parte do mesmo bloco e, este, visa buscar maior integração entre Executivo e Legislativo. Com isso, buscamos melhorias para São Luís. Além de mim e do vereador Batista Matos, também integram o bloco ‘Todos por São Luís’, os vereadores: Daniel Oliveira (PL), Antonio Garcez (PTC), Rosana da Saúde (Republicanos) e Aldir Júnior (PL), que é o líder do bloco. Ficamos bastante satisfeitos com a escolha do vereador Batista Matos para a vice-liderança do governo municipal, na Casa. Gostaria de deixar registrado o meu parabéns ao parlamentar”, assinalou Francisco Carvalho.

Durante a sessão, o líder do governo Eduardo Braide no Legislativo, Marcial Lima (Podemos), também fez uso da palavra para congratular o vereador do Patriota. “Houve uma sugestão do nome do vereador Batista Matos, que, posso dizer, foi minha e o convite foi feito pelo prefeito Eduardo Braide, no sábado. Fico muito feliz por ele ter aceitado e gostaria de parabenizá-lo pela função que, o amigo e parceiro a favor de São Luís, passará a desenvolver a partir de agora”, comentou.

Ainda sobre a indicação para a vice-liderança, o vereador Daniel Oliveira (PL) explicou que, a aceitação do convite do prefeito Eduardo Braide, foi declarada por Batista Matos, após debate coletivo no bloco político ‘Todos por São Luís’. “Gostaria de parabenizar o vereador Batista Matos, pelo convite aceito e dizer que muito engrandece ao nosso bloco, o fato de ter um integrante como líder do governo, nesta Casa", disse Daniel.

Já o vereador e vice-presidente da Casa, Dr. Gutemberg (PSC), que presidiu a sessão ordinária de hoje, comentou acerca da formação de blocos políticos na Câmara e também congratulou Batista Matos pela função de vice-líder do governo.

“Em meu nome e em nome do presidente Osmar Filho, gostaria de parabenizar o vereador Batista Matos pela função de vice-líder, que passará a desempenhar a partir deste momento. Aproveito também para parabenizar esta Casa, pelo novo momento que vive. Esta Casa que, anteriormente, falava muito ‘eu’, agora passará a falar ‘nós’, com a formação dos blocos. Quero parabenizar todos os membros de todos os blocos, líderes e vice-líderes, bem como, desejar a todos que tenham uma atuação absolutamente profícua e convergente para aquilo que a gente espera: o bem-estar da população e da cidade”, ressaltou.

Durante a sessão, demais vereadores presentes também parabenizaram Batista Matos e se colocaram à disposição para trabalhar em conjunto com o vereador, bem como buscar melhorias para a capital maranhense.

(TF)

NOVO DIRETOR DE COMUNICAÇÃO DA CÂMARA, MARCO D'EÇA SE REÚNE COM EX-DIRETORES PARA ALINHAR ESTRATÉGIAS

O jornalista Marco D'Eça, Diretor de Comunicação da Câmara de São Luís, se reuniu para um happy hour, com os jornalistas, blogueiros e radialistas. Entre os presentes estavam  dois ex-diretores de imprensa da Casa: Djalma Rodrigues e Itamargareth Corrêa Lima, os quais juntos estiveram à frente do cargo por mais de uma década.

Segundo as informações, o encontro aconteceu na tarde deste domingo (14), no Sarará Grill, no Coroado. Além da troca de experiência, a conversa amistosa entre o trio serviu para alinhar estratégias visando fortalecer a comunicação legislativa.

Itamargareth, que dirigiu a comunicação na gestão do vereador Astro de Ogum, afirmou que além de alicerçar amizades, o encontro serviu para troca de experiências, crescimento humano e profissional.

"Esse encontro é muito significativo, pois evidência que a Câmara sempre será uma grande escola, tanto para solidificar amizades quanto para o crescimento humano e profissional. A Casa, de maneira geral, ganha muito com um profissional da envergadura de D'Eça. Não tenho dúvida que a missão de trabalhar a imagem dos vereadores e do Poder Legislativo Municipal será cumprida com o mesmo zelo e responsabilidade, características que o tornaram esse profissional que ele é “, afirmou Itamargarethe.

Djalma, que atuou no departamento durante as gestões dos vereadores Deco Soares, Chico Carvalho e Isaías Pereirinha, avaliou o encontrou e destacou a humildade em buscar experiência de alguns antecessores.

"Muito importante destacar a humildade de Marco, um dos maiores jornalistas da geração dele, em promover essa reunião. A capacidade de produção de texto é de conhecimento público e inquestionável, agora, os profissionais estão aqui reunidos com o fito propósito de ajudá-lo na  árdua missão que nosso colega terá pela frente”, afirmou Djalma. 

Marco D'Eça também avaliou o encontro e destacou que é gratificante poder contar com a experiência e conhecimento profissional de dois antecessores no cargo. “Além do apoio dos colegas que possuem a disponibilidade de nos ajudar, é muito importante poder contar com a experiência não só profissional, mas, também, de gestão de Djalma e Ita”, garantiu D'Eça.

O chefe da comunicação legislativa disse ainda que além de colocar o papo em dias, resolveu marcar o encontro para poder se aproximar, debater, ouvir e falar com os colegas.

"Defendo que só conseguiremos ter uma equipe forte com um trabalho desenvolvido a contento, além de profissionalismo, caso haja respeito e união, para isso, precisamos ter disponibilidade de aprender com o passado, pois lá podemos encontrar resposta para o sucesso futuro', finalizou D'Eça.

INFLUENCIADORA MARANHENSE É PRESA POR SUSPEITA DE ROUBO NA CASA DE EMPRESÁRIO EM TERESINA

A influenciadora digital maranhense Roani da Silva Sampaio, de 20 anos, foi presa em Teresina, por suspeita de participação em um assalto na companhia do namorado, a residência de um empresário.


De acordo com a decisão judicial, da Central de Flagrantes de Teresina, que realizou a prisão de Roani, a influenciadora teria marcado um encontro na própria casa do empresário, e depois repassado informações sobre o local da residência ao namorado Francisco Moisés, que organizou o roubo com outros comparsas.

Depois de invadirem a casa, o casal espancou o empresário, praticou a ‘roleta russa’ com um revólver apontado para a cabeça da vítima e subtraiu objetos de valor. Ainda segundo a polícia, uma boa quantidade de dinheiro em reais e em dólares foi roubado além de senhas bancárias que foram exigidas e pegas de um celular da vítima .

A residência contava com dispositivos de segurança que teria facilitado a chegada da polícia ao local, Roani e Francisco Moisés foram presos em flagrante, já os outros suspeitos conseguiram fugir.

MA10

NIGERIANA É A PRIMEIRA MULHER A LIDERAR ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO COMÉRCIO

A nigeriana Ngozi Okonjo-Iweala, ex-ministra das Finanças do país africano, foi nomeada hoje (15) para chefiar a Organização Mundial do Comércio (OMC). Ela tornou-se a primeira mulher e africana a liderar a organização.


“Os membros da OMC acabam de aceitar nomear Ngozi Okonjo-Iweala como próxima diretora-geral da OMC. A decisão foi tomada por consenso durante uma reunião especial do Conselho Geral realizada hoje”, indicou a organização poucos minutos após o início do encontro.

Okonjo-Iweala assume suas funções no dia 1º de março e o seu mandato, que pode ser renovado, expira em 31 de agosto de 2025.

Ela substituirá o diplomata brasileiro, Roberto Azêvedo, que renunciou ao cargo em setembro do ano passado. O posto de diretor-geral da OMC estava vago desde a ocasião, porque a administração de Donald Trump apoiava a ministra do Comércio da Coreia do Sul, Yoo Myung-hee, o que obstruía a indicação por consenso.

Dias após tomar posse, o presidente norte-americano Joe Biden mudou a orientação do país e passou a apoiar a indicação da nigeriana. A candidata sul-coreana desistiu da disputa no início de fevereiro, abrindo caminho para a escolha de Okonjo-Iweala.
Desafios

Autodenominada “realizadora” e conhecida por enfrentar problemas aparentemente insolúveis, Okonjo-Iweala terá muito com que se ocupar na entidade comercial mesmo sem Donald Trump, que ameaçou retirar os Estados Unidos da OMC.

Como diretora-geral, uma posição que concede poder formal limitado, Okonjo-Iweala, de 66 anos, precisará intermediar tratativas comerciais internacionais perante um conflito persistente entre os Estados Unidos e a China, reagir à pressão pela reforma das regras comerciais e se contrapor ao protecionismo acentuado pela pandemia de covid-19.

No discurso feito na OMC após a vitória, ela disse que fechar um acordo comercial na próxima grande reunião ministerial será uma “das maiores prioridades”, e também exortou os membros a rejeitarem o nacionalismo da vacina, de acordo com um delegado presente à reunião fechada, que foi realizada virtualmente.

No mesmo discurso, ela descreveu os desafios que a entidade enfrenta como “numerosos e traiçoeiros, mas não insuperáveis”.

O comissário de Comércio da União Europeia, Valdis Dombrovskis, disse que espera trabalhar estreitamente com ela para impulsionar uma “reforma muito necessária da instituição”.
Perfil

Veterana de 25 anos do Banco Mundial, onde supervisionou um portfólio de US$ 81 bilhões, Okonjo-Iweala enfrentou sete outros candidatos defendendo a crença na capacidade do comércio de tirar as pessoas da pobreza.

Ela estudou economia do desenvolvimento em Harvard depois de testemunhar uma guerra civil na Nigéria na adolescência. Em 2003, ela voltou ao país para servir como ministra das Finanças, e apoiadores ressaltam sua postura rígida nas negociações, que ajudou a selar um acordo de cancelamento de bilhões de dólares de dívida nigeriana com as nações credoras do Clube de Paris em 2005.

Por Agência Brasil